Susana Vera/Reuters
Logo da Zara, principal marca da Inditex, em Madri, Espanha

A varejista de roupas espanhola Zara disponibilizará produtos online para compradores em mais 106 países, muitos deles na África, anunciou a empresa que controla a marca Inditex. Apesar do aumento de 41% em 2017, as compras online respondem por apenas 10% das vendas líquidas do grupo da Inditex, ficando atrás de alguns rivais. As ações da empresa fecharam em alta de 5,2% depois da notícia, segundo maior ganho no índice acionário espanhol.

LEIA MAIS: 7 lições de negócios de Amancio Ortega, bilionário que fundou a Zara

A Inditex disse que muitos dos novos mercados no exterior são africanos, incluindo Angola, Costa do Marfim, Senegal e Gana. A loja online também será lançada em várias regiões do Caribe e na Indonésia, disse a companhia. Os países ou territórios que não possuem lojas físicas da Zara poderão acessar uma página dedicada a eles a partir de hoje (8), com os pedidos sendo processados na Espanha.

“As coleções globais femininas, masculinas e infantis da Zara estarão disponíveis em um total de 202 mercados, recebendo suporte da loja integrada e da plataforma online”, disse a empresa em comunicado.

Entretanto, dos 202 mercados, 47 ainda não contam com a opção de compras online. Um representante da Inditex disse que a empresa irá expandir ainda mais a sua oferta online, visando ter todas as suas marcas disponíveis virtualmente até 2020, como já havia sido anunciado.

O post Zara anuncia loja online em mais 106 países apareceu primeiro em Forbes Brasil.