A Xiaomi tem algumas linhas de smartphone, como o Mi Mix (quase sem bordas na tela), Mi Max (com bateria grande), Redmi Note e Redmi. Este último reúne os aparelhos intermediários, e ganhou dois novos membros: conheça o Redmi 6 e 6A.

Há várias diferenças entre os dois aparelhos, mas um aspecto em comum é a tela. São 5,45 polegadas, resolução HD+ e proporção 18:9. Ela ocupa 80,5% da parte frontal.

Redmi 6

O Redmi 6 tem processador MediaTek Helio P22 octa-core de até 2 GHz. (A geração anterior tem chip Snapdragon.) Ele está disponível em combinações 3 GB/32 GB e 4 GB/64 GB de RAM e armazenamento.

A câmera traseira é dupla, com sensores de 12 megapixels e 5 MP. Os pixels no sensor principal medem 1,25 µm e absorvem mais luz. A câmera frontal tem 5 MP, e tem reconhecimento facial para desbloqueio.

Redmi 6A

Enquanto isso, o Redmi 6A traz o processador Helio A22 quad-core de até 2 GHz, 2 GB de RAM e 16 GB de armazenamento. A câmera traseira tem 13 megapixels, enquanto a câmera frontal é de 5 MP.

O Redmi 6 e 6A têm bateria de 3.000 mAh e possuem corpo feito de policarbonato, com acabamento de metal escovado. Ambos rodam Android 8.1 Oreo, acompanhados pela assistente de voz Xiao AI que promete reconhecer plantas, veículos e itens para compra direto da câmera.

A Xiaomi vai lançar os dois aparelhos na China em 15 de junho. O Redmi 6A custa o equivalente a R$ 350, enquanto o Redmi 6 sai por R$ 460 (na versão 3 GB/32 GB) e R$ 580 (na versão 4 GB/64 GB).

Com informações: Xiaomi, Android Police.

Xiaomi lança Redmi 6 e Redmi 6A com bordas finas e preços acessíveis