Os satélites faziam parte da missão Mars Cube One (MarCO) (Foto: NASA/JPL-Caltech)

Dois satélites da missão Mars Clube One (MarCO), da NASA, desapareceram no espaço depois de passar perto de Marte. Os robôs apelidados de Wall-E e EVE, em homenagem aos personagens criados pela Pixar, perderam o contato com a base da agência espacial há mais de um mês.

Em nota divulgada nesta terça-feira (5), a NASA afirmou ser improvável estabelecer contato com os satélites novamente. Wall-E foi ouvido pela última vez em 29 de dezembro; EVE, em 4 de janeiro. Segundo os cálculos dos engenheiros, atualmente eles devem estar a mais de 1,6 milhão e 3,2 milhões de quilômetros de Marte, respectivamente.

Leia também:
Telescópio Hubble descobre nova galáxia por acidente
NASA divulga fotos de Bennu, asteroide que pode colidir com a Terra

A equipe de engenheiros imagina que podem existir várias razões para a perda de contato. Wall-E, por exemplo, tem um propulsor que deixa de enviar e receber comandos em áreas de oscilação. Segundo eles, os sensores responsáveis por recarregar as baterias a partir da luz solar também podem ter quebrado.

wall-e (Foto: Reprodução)

 

Mesmo que os satélites não sejam mais encontrados, a NASA considera MarCO um sucesso. "Esta missão sempre foi sobre ultrapassar os limites da tecnologia miniaturizada e ver o quão longe ela poderia nos levar. Estabelecemos um novo marco. Os futuros CubeSeats podem ir ainda mais longe”, disse Andy Klesh, engenheiro-chefe da missão.

Curte o conteúdo da GALILEU? Tem mais de onde ele veio: baixe o app da Globo Mais para ver reportagens exclusivas e ficar por dentro de todas as publicações da Editora Globo. Você também pode assinar a revista, por R$ 4,90 e baixar o app da GALILEU.