Com a chegada de mais um longa pertencente ao Universo Invocação do Mal‘, muito tem se falado dos rumos da popular franquia de terror que imortalizou a tenebrosa boneca Anabelle e que nos apresentou à Freira, que acaba de ganhar seu filme solo.

E em uma entrevista recente, o produtor Peter Safran revelou não estar preocupado com o padrão dos filmes da saga, afirmando que a consistência apresentada nas primeiras produções será mantida, mantendo o equilíbrio ideal.

Disse:

“Na verdade não tivemos nenhuma conversa sobre esse assunto. O que tentamos fazer é manter uma certa consistência nos filmes, em termo de seus valores fundamentais e conceitos, como a ideia da fé, a possível perda da fé, a ideia de que existe o bem e o mal e o fato de que a única verdadeira arma contra o mal é a sua fé, independente de que tipo ela seja. Então eu creio que nossas produções vão todas viver dentro desse universo, por isso não vejo a franquia ficando mais ‘leve’, assim como também não a vejo se tornando mais sombria do que aquilo que fizemos com ‘A Freira‘, por exemplo”.

 

Assista nossa crítica:

Nossa crítica EM TEXTO:

Crítica | A Freira – Terror é mais divertido que assustador… (Nota: 7.0)

O terror é roteirizado por David Leslie Johnson, um dos responsáveis pelo script de ‘Invocação do Mal 2’. James Wan e Peter Safran são os produtores.

“Quando uma jovem freira que vive enclausurada em um convento na Romênia comete suicídio, um padre com um passado assombrado e uma noviça prestes a fazer seus votos finais são enviados pelo Vaticano para investigar o caso. Juntos, eles desvendam o segredo profano da ordem. Arriscando não só suas vidas, mas também sua fé e suas almas, eles confrontam a força malévola que assume a forma da mesma freira que aterrorizou o público em “Invocação do Mal 2”, à medida que o convento se torna um horripilante campo de batalha entre os vivos e os amaldiçoados.”

Taissa Farmiga, Demian Bichir, Bonnie Aarons, Charlotte Hope, Jonas Bloquet e Ingrid Bisu estão no elenco.