Tufão chega às Filipinas na tarde de sexta-feira, no horário de Brasília

Tufão chega às Filipinas na tarde de sexta-feira, no horário de Brasília
Erik De Castro/ Reuters – 15.09.2018

O tufão Mangkhut deixou ao menos 16 mortos até a manhã deste sábado (15) nas Filipinas, segundo o jornal americano The New York Times

Segundo a publicação, as autoridades ainda não conseguiram identificar todos os locais afetados pelo tufão, já que diversos pontos das Filipinas ficaram sem energia elétrica e comunicação. 

O tufão chegou às Filipinas na madrugada na tarde de sexta no horário de Brasília. Com ventos frequentes de 270 km/h e rajadas de mais de 320 km/h, a tempestade categoria 5 pode atingir mais de 4 milhões de moradores. A primeira região atingida foi a ilha de Luzon, ao norte do arquipélago que forma o país. A tempestade chegou por volta 15h30 de sexta-feira (14) no horário de Brasília [na madrugada de sábado (15) no horário local]. 

O oficial filipino Francis Tolentino afirma que, entre os 16 mortos, está uma família de quatro pessoas que foi soterrada na montanha Cordillera. Além disso, o desabamento também teria matado dois profissionais do resgate. 

Este é o maior tufão que atinge as Filipinas em 2018. As autoridades locais afirmam que o tufão deve seguir em direção a Hong Kong, na China, onde deve chegar no domingo (16). 

Medidas preventivas

Autoridades das Filipinas esvaziaram algumas áreas nesta sexta(14) e advertiram cerca de 5,2 milhões de pessoas que moram no provável caminho de um poderoso tufão, à medida que o país se prepara para fortes chuvas e prováveis danos a infraestruturas e plantações.

Mais de 9 mil pessoas foram transferidas para abrigos temporários à medida que o Mangkhut, conhecido localmente como Ompong, se aproxima das províncias produtoras de arroz e milho de Cagayan e Isabela, onde o tufão deve chegar na madrugada de sábado.

Há ventos de até 250 km/h e chuvas intensas, que causam inundações

Há ventos de até 250 km/h e chuvas intensas, que causam inundações
Arte R7