Graças a franquias de sucesso no mundo da Cultura Pop, criar teorias sobre filmes, séries e animes se tornou algo bem comum e também um grande ponto de discussão, principalmente quando elas mostram conexões entre diferentes títulos. A mais recente teoria em alta na internet é a que liga My Hero Academia com One-Punch Man. O usuário do reddit, Yetiinatux, tem uma teoria que está deixando a galera bem agitada.

Confira abaixo:

Eu penso que One Punch Man e My Hero Academia se passam no mesmo universo. Porém, OPM é no futuro.

Basicamente, a teoria é que os dons de My Hero Academia são a mesma coisa que dão poderes especiais para as pessoas em OPM (e todas as demais coisas estranhas), só que as coisas de OPM são mais bagunçadas por causa da diferença de tantas gerações (muitos anos depois de My Hero Academia).

Imagine que uma boa parte da população possua estes poderes durante todos esses anos de destruição de cidades, com o governo reconstruindo tudo da forma mais efetia possível… aqueles que controlam as cidades começam a nomear as cidades seguindo conceitos básicos como letras e números, pois sempre existe a chance da cidade ser destruída e reconstruída em breve.

Para todos que assistem My Hero Academia, vocês sabem que o dom One For All pode ser passado para outra pessoa sem que o recipiente consita… Bem, eu penso que o dono do One For All estava por perto, talvez morrendo, procurando desesperadamente por um sucessor, mas não teve tempo de explicar… essa pessoa acaba encontrando Saitama, que estava enfrentando o homem caranguejo, Crablante. E depois de ver o esforço heroico de Saitama, se sente inspirado e decide que aquele seria seu sucessor.

Eu penso que Saitama ficou careca por ser seu atributo físico para carregar o One For All e é por isso que ele não consegue explicar como se tornou tão forte e rápido, usando apenas seu treinamento diário!

Assim, eu acho que Saitama recebeu o One For All sem ter conhecimento disso, logo após a luta contra o Crablante.

O post Teoria conecta ‘One-Punch Man’ e All Might apareceu primeiro em O Vício.