Sandro Pimentel afirma que não é da situação nem faz oposição ao governo

Deputado estadual do PSOL disse se sentir isolado na Assembleia Legislativa.

O deputado Sandro Pimentel (PSOL), durante pronunciamento no plenário
da Casa Legislativa, falou nesta quarta-feira (13) que se sente isolado
na Casa, no sentido de não pertencer à situação nem a oposição do
governo estadual, mas disse não se preocupar com isso, já que todas as
matérias vão à plenário, então passarão por ele de qualquer forma. “Não
faço parte da oposição, nem da situação. Apesar disso, eu torço para que
o Governo de Fátima (PT) dê certo, porque dando certo, dá certo para
todos os potiguares”.

Ele reconheceu que o governo estadual tem se esforçado, embora com
iniciativas pequenas, para que o Estado saia da situação em que se
encontra atualmente. Mas chamou atenção ao fato de que muitas das
promessas e ideias da campanha precisam sair do papel o mais rápido
possível. “O governo pode ter certeza que terá meu apoio no que eu
entender que são medidas positivas e terá minha crítica no que eu
considerar negativo para o Rio Grande do Norte”, explicou.

Outro assunto que ele destacou foi a conversa que teve com Cristiane
Dantas (PPL) e Ubaldo Fernandes (PTC), onde ficou acordado que ele
presidiria a comissão de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Interior.

Na ocasião, ele parabenizou e agradeceu a equipe de veterinários que
trabalha no curral da prefeitura do Natal, especialmente pelo cuidado
que tiveram com um animal encontrado esfaqueado em Felipe Camarão. “Ele
foi encontrado em estado deplorável. Dr. Ananias e Dra. Ludmila cuidaram
dele. Lembrando que maltratar animal é crime previsto no código penal”,
disse.