Samuca e Marocas em cena de O Tempo Não Para (Foto: Reprodução)
Samuca e Marocas em cena de O Tempo Não Para (Foto: Reprodução)

Marocas (Juliana Paiva) rompeu a tradição a que estava acostumada e fez sexo com Samuca antes do casamento em O Tempo Não Para. A cena foi ao ar na noite deste sábado (15) no folhetim da Globo, e os mocinhos aproveitaram um momento sozinhos e se entregaram um ao outro em cena pra lá de delicada e romântica.

A cena, como prometido, “quebrou” a internet. A repercussão do momento foi tão grande que os fãs do casal até levantaram uma tag para comentar a primeira vez dos dois. Tanto que “PRIMEIRA VEZ SAMUROCAS” ficou entre os assuntos mais comentados do país no Twitter.

+Globo divulga chamada de elenco de Espelho da Vida; assista

Não sei por qual sou mais apaixonada: beijinho no pescoço, testas coladas, beijinho no ombro ou beijinho na testa”, disse um dos internautas. “Marocas acordou leve, feliz e ainda mais apaixonada!”, observou outra fã.

Veja abaixo os principais comentários:

ATORES TRANSBORDAM QUÍMICA EM CENA

Como o TV Foco já antecipou a cena em que Marocas (Juliana Paiva) e Samuca (Nicolas Prattes) tem sua primeira noite juntos aconteceu neste sábado, 15 de Setembro, na novela O Tempo Não Para. Só não imaginávamos que a primeira vez deles seria tão sexy e cheia de química! 😮

As primeiras horas dos dois juntos foi diante da praia e sob a luz do luar. Eles se beijaram e trocaram olhares intensos e apaixonados. Foi um momento único para Marocas, que resolveu se entregar ao forte desejo e amor que sentia pelo noivo.”Se você quiser, a gente pode entrar, assistir a um filme”, sugeriu o rapaz. “Não! Samuca… Eu sinto que estou preparada”, disse a mocinha com convicção.

Samuca e Marocas se beijam em O Tempo Não Para (Foto: Reprodução/TV Globo)

Ele a tomou em seus braços e a conduziu ao quarto para a primeira noite de amor do casal em O Tempo Não Para. “Samuca coloca Marocas na cama. Os dois se beijam e se deitam com naturalidade, sem pressa, sem afobação, com infinito amor. Apertando-se, os dedos entrelaçados. Por fim, os dedos relaxam”, indicou o roteiro do autor Mário Teixeira.