TV Foco

Renato Aragão (Foto reprodução: Globo)

O Canal Viva estreou hoje (01) uma reprise mais que especial para seus telespectadores. Trata-se da série Os Trapalhões, um dos maiores sucessos do humor nacional estrelada por Didi Mocó (Renato Aragão), Dedé Santana, Mussum e Zacarias.

Ao rever trechos dos episódios que serão reprisados, o humorista Renato Aragão falou em entrevista ao site Gshow que cumpriu sua missão com a atração.

É uma sensação de dever cumprido. Fazíamos o programa e, quanto mais agradávamos as crianças, maior a responsabilidade. Nosso humor é infantil. Sempre falei: se você agrada as crianças, está agradando os pais”, opinou Renato.

+Michel Teló e Thais Fersoza posam com filhos no primeiro dia do ano

Renato ainda defendeu o seu tipo de humor: “É um humor simples, para dar gargalhadas, não é um humor sofisticado ou de stand up. A nossa época d’Os Trapalhões foi a efervescência do humor. Já conquistamos duas gerações e estamos entrando na terceira. Enquanto houver televisão, seremos eternos”, disse.

FÃ DOS TRAPALHÕES DETONA REMAKE

Carlos Dias ganhou certa fama ao ser intitulado em rede nacional como o “fã número 1” dos Trapalhões”, durante curioso discurso promovido por Dedé Santana nos anos 80. No entanto, hoje ele é um dos maiores críticos de Renato Aragão.

Desde então, Dias se tornou não só produtor de shows dos Trapalhões pelo Brasil adentro, mas também um grande amigo pessoal de Mauro Faccio Gonçalves, o Zacarias. Mas o amor pelo grupo logo se transformou rancor e ressentimento, segundo informações do Chico Barney.

Em recente vídeo, ele detonou o remake feito pela Globo e fez graves acusações sobre Renato Aragão, o Didi. “Durante 45 anos da minha vida eu estudei toda a história do quarteto. Então para você Renato, parabéns por você estar prejudicando a imagem do Mussum e do Zacarias. Pois esse remake não passa de uma farsa para desmoralizar e dizer que Mussum e Zacarias são substituíveis”, comenta.

“Você Renato só vem aprontando, desde 1983 quando separou o grupo e o nosso caubói Beto Carreto trouxe de volta. Mesmo assim você não reconheceu, você exigiu muito mais em faturamento, se preocupando sempre em ganha o dobro, tanto em shows, cinema e na televisão”, declara.

“Esse programa novo dos “Trapalhões” não passa de uma maneira de você ter faturamento fácil, porque você tem que justificar o alto salário que a televisão te paga, e a marca é sua. Quando estive no sepultamento do Zacarias você não participou” diz o produtor.

“Você só enganou o povo. A mesma coisa você fez com Ted Boy Marino, você é especialista nisso. Até o Wilton Franco que te lançou disse que você é um lobo em forma de cordeiro”, revela, mostrando trecho de entrevista com Wilton.

“Se você quisesse homenagear, você ficava com Dedé em um estúdio mostrando reprises. Você não foi no velório do Beto Carreiro mesmo sendo padrinho da filha dele. Então acorda para a vida e para de enganar o povo e os fãs, você só se preocupa com dinheiro”, comenta o empresário, que pretende agora escrever um livro contando toda a verdade.

Renato Aragão revê cenas dos Trapalhões e dispara: “Somos eternos”