‘Quem não tem propostas não tem o que debater’, diz Haddad

Bolsonaro cancelou a participação em debates até o dia 18 e admitiu que há motivação estratégica para ausências.

Candidato do PT, Fernando Haddad, disse que está disposto a ir a “qualquer lugar” para debater com o candidato do PSL, Jair Bolsonaro.

SELO-ELEIÇÕES-2018-100O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, voltou a criticar na
manhã deste sábado (13), a ausência do concorrente Jair Bolsonaro (PSL)
em debates. “Quem não tem propostas, não tem o que debater”, afirmou
Haddad, antes de encontro com coletivos culturais na Cohab Raposo
Tavares, na zona oeste da capital paulista. O petista disse também que
está disposto a ir a “qualquer lugar” para debater com o candidato do
PSL.

Bolsonaro cancelou a participação em debates até o dia 18 de outubro e
reconheceu que pode ser estratégico não participar de nenhum encontro
com Haddad até a realização do segundo turno, mesmo se for liberado por
médicos.

O capitão também acusa Haddad de ser ventríloquo do ex-presidente Luiz
Inácio Lula da Silva e que, por isso, não quer debater com ele.
Questionado sobre isso, Haddad que “quem bate continência para americano
não tem moral para falar nada”.