Destaque no ataque do Borussia Dortmund, o camisa 17 Aubameyang viu seu nome ser alvo de grandes clubes antes do início da temporada. Com Real Madrid e Manchester United entre os interessados, muito se falou do atacante deixar o Borussia. Mas o time alemão recusou todas as ofertas que recebeu para manter o gabonês na equipe. O jogador chegou a falar de um desejo em defender a camisa merengue.

Presidente do Borussia diz que ofertas prejudicaram Aubameyang

O atacante é artilheiro do time na temporada (Foto: AFP)

Na temporada, o rendimento dentro de campo de Auba continua acima da média, com 21 gols em 23 partidas. No entanto, o comportamento fora de campo foi alvo de críticas por parte da torcida. O presidente do Borussia, Reinhard Raubal, falou sobre o momento do jogador e tentou justificá-lo. “Ele foi bem nos últimos anos e até mesmo foi artilheiro. Auba é divertido e sorri… O que é preciso entender é que ele foi morto mentalmente pelas ofertas”, declarou o cartola.

O presidente também revelou o porquê do negócio não ter acontecido, descartando os valores como principal motivo. “O fato de que há essas somas hoje não significa que nós teríamos recusado a liberá-lo. Mas o comportamento de clubes e organizações desempenha um papel”. Por fim ele exaltou o papel do atacante no time. “Agradeço que Aubameyang seja parte de nossa ascensão, é uma pedra fundamental do nosso sucesso”, concluiu.

 

O post Presidente do Borussia diz que ofertas prejudicaram Aubameyang apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.