Semana passada a Casio, uma das poucas empresas que ainda resistiam na fabricação de câmeras fotográficas compactas, jogou a toalha. A Casio foi uma das pioneiras na fabricação dos equipamentos compactos e também foi uma das que mais resistiu. Não suportaram a concorrência com os Smartfones e agora estão direcionando a produção apenas para equipamentos de maior valor. Essa é uma das verdades do mercado, mas existe um tipo de câmera compacta que ainda continua em destaque: as câmeras resistentes à extremos climáticos.

São equipamentos voltados para quem gosta de aventura e buscam atender à diferentes necessidades de quem gosta de visitar os diferentes ambientes extremos da Terra. E um novo modelo acaba de chegar ao mercado. A nova Panasonic Lumix TS7 (que também é chamada de FT7 em alguns mercados) mostra os requisitos básicos para esse tipo de equipamento. Ela é equipada com um sensor CMOS de 20 megapixels e é vedada contra poeira, água (pode ser mergulhada a até 31 metros), resistente à quedas (até 2 metros), à baixas temperaturas (até -10ºC), e pressão (até 100Kg). Ou seja, você pode levar ela para quase todo lugar.

Uma novidade, que não existe em outras câmeras semelhantes, é um viewfinder eletrônico junto ao visor LCD. Pode parecer uma coisa inútil, mas é muito bacana poder utilizar esse recurso em situações onde o sol forte impossibilitam ver a imagem no monitor LCD. A câmera também trabalha com ISO nativo de 80 a 3200 e pode fazer 10 fotos por segundo em modo contínuo. O sistema de foco automático trabalha com detecção de contraste com 41 pontos e a lente é equivalente a uma 28-128mm. Finalizando as especificações técnicas, o brinquedo pode fazer vídeos em 4K com 30 quadros por segundo.

Mas, é um equipamento com uso muito específico e, geralmente, a qualidade de imagem fica na média, pois o que importa são as características de resistência do equipamento. Sem falar que fica muito caro levar uma DSLR para debaixo da água (caixa estanque para os equipamentos custam um valor razoável) e a maior parte delas não funciona muito bem em locais com temperatura abaixo de zero (na realidade o problema é com as baterias). Como extras encontramos na TS7 conectividade Wi-Fi e a existência de uma bússola e de um altímetro.

Panasonic Lumix TS7 estará disponível no início do verão de 2018 nas cores azul, laranja e preto por US$ 450,00.

O post Panasonic Lumix TS7 – e as compactas brutas continuam resistindo apareceu primeiro em Meio Bit.