Getty Images
Todas as famosas cidades alemãs têm pelo menos um mercado de Natal, com barraquinhas de salsicha pra todo lado, patinação no gelo e muita diversão.

O mercado de Natal alemão é uma atração imperdível do norte da Europa. Encantador, é um festival de um mês com direito a pão de gengibre e vinho quente. Todas as famosas cidades alemãs têm pelo menos um, com barraquinhas de salsicha pra todo lado, patinação no gelo e muita diversão.

LEIA TAMBÉM: Hotéis para ficar em Nova York durante o Natal

Berlim, a capital, possui um Natal inclusivo. Embora a maioria das pessoas vá direto para o Weihnachtszauber, com parque de diversões e zoológico para crianças, você pode encontrar um mercado tão bom quanto e que atende a todas as características festivas. Há um descolado, em Kreuzberg; enquanto outro vende enfeites ecológicos e presentes, na Sophienstrasse; e o mercado da Lucia, no lado nórdico, é decorado com velas e bandeiras suecas. Se quiser ver algo mais excêntrico, a cidade vizinha, Spandau, pode o levar de volta aos tempos da Renascença.

Desde o século XVII, o mercado de Natal de Nürnberg, originalmente à sombra da catedral, mas agora espalhado por ruas medievais, é supervisionado por Christkindl, uma garota alemã que tem entre 16 e 19 anos, usa uma peruca loira extravagante e uma capa de ouro, inventada por Martin Luther em uma tentativa de levantar o protestantismo no século XVI. Voltado para o mercado das salsichas, com abundância de vinho quente, outra especialidade de Nürnberg. Dürer, um artista local, é relembrado em seu museu-memorial também na cidade.

Com uma boa reputação entre os jovens, assim como Berlim, Leipzig tem alguns “bierkeller”, espécie de barzinho alemão, e hotéis luxuosos que, por vezes, não custam tão caro. A cidade tem um dos mercados de Natal mais antigos da Alemanha, que inclui presépios com animais vivos, exibidos por meio da arquitetura gótica antiga. Música e arte também fazem parte da comemoração. Bach, compositor e violinista alemão, viveu, trabalhou e está enterrado lá, e o padrão dos coros de Leipzig é geralmente de alto padrão, enquanto o Museu de Bildenden Kunste apresenta os dois expressionistas alemães, Munch e Cranach.

Alegando ser o mais antigo da Alemanha, o mercado de Dresden se centra em torno de uma de suas igrejas principais, a Frauenkirche, mas também ocupa o outro lado do rio Elba, no bairro mais barroco da cidade.

Já o principal mercado de Natal de Munique fica estabelecido na Marienplatz e tem um cenário particularmente encantador, repleto de edifícios históricos. Lá, você encontrará enfeites e iguarias tradicionais da região da Bavária, expostos em tradicionais cabanas de madeira. Outro mercado, o Mosel-Wein-Nachts-Markt, acontece no subterrâneo nas adegas históricas de Traben-Trarbach, no sudoeste da Alemanha.

>/center>

O post Os mercados de Natal mais famosos da Alemanha apareceu primeiro em Forbes Brasil.