Uma milícia que luta contra o grupo militante islâmico Boko Haram, no nordeste da Nigéria, libertou 833 crianças de suas próprias fileiras, algumas com apenas 11 anos, informou a agência das Nações Unidas para a Infância, Unicef, nesta sexta-feira.

O porta-voz da Unicef, Christophe Boulierac, disse que a Força Tarefa Conjunta Civil (CJTF) é uma milícia local formada em 2013 por vários grupos de vigilantes no estado de Borno, na Nigéria.

Mais informações a seguir.