Acidente aconteceu no monte Gurja Himal (montanha mais alta à esquerda)

Acidente aconteceu no monte Gurja Himal (montanha mais alta à esquerda)
Wikimedia Commons

Nove pessoas — cinco alpinistas sul-coreanos e quatro guias nepaleses — morreram depois que uma avalanche soterrou o acampamento onde eles estavam, na base do monte Gurja Himal, na cordilheira do Himalaia, no Nepal.

A avalanche aconteceu durante uma intensa tempestade de neve, na madrugada de sábado (12), segundo a polícia local, e não houve sobreviventes. Um helicóptero foi enviado para o resgate, mas não conseguiu pousar no acampamento devido ao mau tempo.

O grupo estava acampado na base do Gurja Himal, aguardando que o clima melhorasse para tentar subir até o pico, a 7.193 metros de altitude. O acampamento ficava a 3,5 mil metros.

Entre os mortos está o líder da expedição, o sul-coreano Kim Chang-ho, que em 2013 bateu um recorde mundial. Ele escalou as 14 montanhas mais altas do mundo, todas no Himalaia e com mais de 8 mil metros, em 7 anos, 10 meses e 6 dias.

As autoridades esperam atingir o acampamento e concluir os resgates dos corpos neste domingo (13).