Assim que chegou às lojas no ano passado, Switch imediatamente se tornou um fenômeno de vendas, mas em seu segundo ano de lançamento, esse cenário mudou, algo visto com naturalidade pela Nintendo. Em uma recente reunião de investidores, o presidente Shuntaro Furukawa destacou que isso também tem relação com a falta de títulos impactantes.

“O ano fiscal anterior foi o primeiro após o lançamento do Nintendo Switch, e durante esse tempo, lançamos uma sucessão de grandes títulos first-party que ajudou a manter o entusiasmo gerado em torno do console.”

Disse.

“Se comparar este ano com o ano passado, ainda lançamos novos títulos, mas o volume de vendas de cada título é de uma escala menor. Isso é verdade. O desenvolvimento de jogos demora muito tempo, por isso existirão, inevitavelmente, períodos em que somos incapazes de lançar grandes títulos. Durante esse período, temos de assegurar uma variedade para preencher os espaços entre os lançamentos dos grandes jogos, usando inclusive serviços como o Nintendo Switch Online para manter a utilização do console em alta.”

Em dezembro, teremos a chegada do aguardado Super Smash Bros. Ultimate, algo que deve impulsionar as vendas.

O post Nintendo comenta queda nas vendas do Switch apareceu primeiro em O Vício.