TV Foco

Victor Chaves (Foto: Divulgação)

Mesmo banido da Globo, onde era técnico do The Voice Kids, o cantor Victor Chaves, irmão de Leo, parece que não achou o seu ano de 2017 tão ruim assim.

Não foi apenas a proibição de voltar ao canal carioca que fez com que ele fosse parar no ‘olho do furacão’ da mídia neste ano. Teve também o caso da suposta agressão à sua mulher, que ele nega.

Em rede social, ele comentou sobre o ano que está terminando e disse que ele ser bom ou ruim é uma questão de ponto de vista: “Bom ano, péssimo ano, depende do ângulo! Gratidão é uma escolha. Desejo bons ângulos a todos, para os próximos tempos e sempre! 2018”, escreveu ele na rede social.

CRÍTICA À GLOBO:

Após ser afastado do The Voice Kids, Victor soltou o verbo nas redes sociais e não teve medo de peitar a Globo. “Jamais os procurei para pedir minha saída do programa. Disseram que minha saída se daria para minha preservação. De quê? A informação de manter o programa como foi gravado foi mentirosa. Editaram minha imagem às claras e isso foi desrespeitoso e profano, não só para com as crianças pelas quais me dediquei zelosamente enquanto ali permaneci, mas também para com minha arte ali entregue, em conteúdo franco e positivo”.

E mais: “Esse jornalismo não mostra a coisa como é. Provei minha inocência diante da acusação de ter batido em alguém, um horror que não cometi. Fui indiciado por vias de fato, que não é crime, e minha intenção diante disto será esclarecida. Às crianças que me deram muito mais crédito que aqueles que, sem nada saber, preferiram condenar, fica o meu muito obrigado. Como pai e referência, deixo esta máxima: Reputação é uma bobagem, uma vez que depende do que pensam de você. Sua consciência é tudo”.

Mesmo banido da Globo, Victor Chaves dispara: “Bom ano, péssimo ano, depende do ângulo!”