Projeção de artista (Foto: Reprodução/Youtube)

 

Um artista criou uma projeção espacial incrível que mostra quanto lixo está orbitando a Terra.

Em cinco de outubro, o holandês Daan Roosegaarde revelou seu último projeto, chamado Space Waste Lab. Ele se resume a apontar imensos lasers no céu – para pedaços de lixo espacial que estão orbitando a Terra, utilizando análises de dados reais da Agência Espacial Europeia.

“Precisamos olhar para o espaço de uma forma melhor. O que é o lixo espacial, como podemos lidar com ele e qual é seu potencial?”, afirmou em um comunicado.

Estima-se que há 29 mil resíduos criados por humanos maiores que 10 centímetros orbitando nosso planeta – pedaços de foguetes, mísseis e outros dejetos, além de milhões de peças pequenas. Se deixadas ali, têm o potencial de causar problemas para satélites em órbita.

O projeto de Roosegaarde deseja jogar luz (com o perdão do trocadilho) neste problema.

Trabalhando em conjunto com a ESA, os lasers encontram pedaços de lixo espacial em altitudes entre 200 até 20 mil quilômetros, uma forma muito inovadora de chamar a atenção para esta questão.

Leia também:
+ Virgin Galactic afirma que vai lançar foguete em algumas semanas

+ Cientistas especulam razão do Universo não ser engolido por buraco negro

Roosegaarde quer que as pessoas utilizem a instalação para tentar encontrar formas de resolver este problema nos próximos anos.

“Para mim, lixo espacial é uma beleza obscena – incrivelmente intrigante, mas triste. Não estamos satisfeitos apenas em poluir a Terra, então fazemos isso no espaço.”

Muitas propostas tem sido emitidas adereçando o problema do lixo espacial, incluindo o uso de lasers poderosos para destruir os objetos. No último mês, uma missão britânica testou com sucesso uma rede anti-lixo em órbita. Eles também planejam testar um arpão.

Curte o conteúdo da GALILEU? Tem mais de onde ele veio: baixe o app Globo Mais para ler reportagens exclusivas e ficar por dentro de todas as publicações da Editora Globo. Você também pode assinar a revista, a partir de R$ 4,90, e ter acesso às nossas edições.