Luccino (Juliano Laham) e Otávio (Pedro Henrique Müller) se beijam em Orgulho e Paixão (Foto: Reprodução)
Luccino (Juliano Laham) e Otávio (Pedro Henrique Müller) se beijam em Orgulho e Paixão (Foto: Reprodução)

Após o sucesso do casal gay Luccino (Juliano Laham) e Otávio (Pedro Henrique Müller) na atual novela das 18h, Orgulho e Paixão, a Globo apimentou ainda mais a relação entre os dois com um beijo gay que foi ao ar hoje, 12 de setembro, na trama assinada por Marcos Bernstein.

+Após morte de Mr Catra, mulher do funkeiro faz desabafo emocionante e fala da falta do marido

Na cena, os pombinhos conversaram sobre o futuro do relacionamento. O italiano afirmou que ficará triste com o retorno do namorado ao quartel. Após uma sequência de frases românticas e declarações, o personagem de Laham puxa o rosto do namorado e o beija pela primeira vez. Otávio, no entanto, acaba se assustando.

+Miguel Falabella ferve a rã, bebe caldo do animal e choca com revelação: “Aumenta a imunidade”

“Que loucura que eu fiz? Onde eu estava com a cabeça, Luccino? Eu deixei o Randolfo (Miguel Rômulo) sozinho com os meus soldados”, diz Otávio, que sai em disparada ao quartel, completamente envergonhado por beijar o namorado. Após se pronunciar pelas redes sociais, Laham deu uma entrevista ao UOL.

+Ex-BBB vencedora de A Fazenda será repórter da nova edição do programa

Otávio (Pedro Henrique Müller) e Luccino (Juliano Laham) em “Orgulho e Paixão” (Foto: Reprodução/TV Globo)

Ele contou como foi gravar a cena do beijo gay. “Foi normal como qualquer cena de amor, é assim que tem que ser. Torci muito para que os personagens fossem felizes juntos e realizassem os seus desejos”, declarou ele. “Avalio como algo positivo e necessário para nossa sociedade”, falou.

Juliano Laham falou ainda sobre a “quebra de tabu” pelo beijo gay em uma novela das seis: “Em pleno século 21 não deveríamos ter que estipular horários para demonstrar o amor entre duas pessoas do mesmo sexo. Foi um marco importante e estou muito feliz de poder representar contando essa história”, declarou ele.