O último compromisso do ano do líder do Campeonato Inglês marcou o fim da sequência de vitórias do Manchester City, ao empatar fora de casa com o Crystal Palace sem gols. Incríveis 40 pontos separam os dois times na tabela. E os donos da casa, sem vergonha de se fechar conseguiram segurar o time de Guardiola, ainda tendo uma chance aos 45 do segundo tempo de marcar de pênalti, defendido pelo goleiro brasileiro Ederson.

O destaque negativo da partida foi a lesão sofrida pelo atacante da seleção brasileira, Gabriel Jesus. No início da partida, sozinho, o camisa 33 machucou o joelho e deixou o campo pouco depois. Além dele, nos últimos minutos, o holandês De Bruyne sofreu falta de Pucheon e também deixou o gramado com muitas dores.

Os donos da casa, com 19 pontos, flertam com a zona de rebaixamento, na 17ª posição. Na terça (2), começam o ano contra o Southampton.

Já o líder City não conseguiu bater a marca de 19 vitórias seguidas. O time continua isolado na ponta da tabela, com 14 pontos de vantagem para o rival United. Também na terça, a equipe recebe o Watford.

O jogo

Os visitantes começaram impondo o jogo: com cinco minutos o City já havia chegado na área do Crystal Palace. O time da casa respondeu com contra-ataque, mas Zaha errou o passe e acabou com a tentativa.

Aos dez minutos, o brasileiro Gabriel Jesus tentou evitar a chegada da marcação, mas ao abrir as pernas para proteger a bola, caiu sozinho e se machucou. O camisa 33 continuou em campo, mesmo com dor, após o atendimento médico.

Jesus e De Bruyne se machucam, e  Ederson defende pênalti em empate de City

Gabriel Jesus se machucou sozinho no começo do jogo (Foto: Glyn KIRK/AFP)

O Crystal levou perigo logo em seguida, obrigando o goleiro Ederson a fazer bela defesa em chute de primeira de Aanholt.

Aos 20 minutos Gabriel Jesus ainda tentou fazer jogadas, chutando para defesa tranquila de Hennessey. Foi a última participação do atacante, que não conseguiu seguir no jogo e deu lugar a Aguero. O brasileiro foi chorando ao vestiário.

O City seguiu com maior posse de bola, mas esbarrava na defesa do time da casa.

A volta para a etapa final continuou com amplo domínio de bola do City. O time tentou infiltrações na área logo nos primeiros minutos. Mas a primeira boa chance foi um chute de Gündogram, aos dez minutos, da entrada da área – a bola passou pertinho da trave esquerda de Hennessey.

O Crystal continuou se fechando em seu campo. Antes dos 20 minutos, duas defesas de seu arqueiro livraram o time de sair atrás no placar. Primeiro em cabeçada de Aguero e em seguida em ótimo chute de Sané.

Aos 35 minutos, o time da casa teve sua melhor chance de gol. Em bate e rebate dentro da área, a bola sobrou para Zaha cruzar para Townsend. O atacante, livre e de frente para o gol, mandou para a arquibancada e desperdiçou a primeira chance clara do Palace.

O Palace se animou e tentou manter a posse de bola no ataque, mas sem sucesso no último passe. A resposta do City veio com uma ótima chegada, num cruzamento para De Bruyne, quase na pequena área, chutar em cima da zaga.

 

O belga Kevin De Bruyne foi destaque na partida, mas saiu machucado (Foto: Glyn KIRK)

O jogo parecia caminhar para um final sem gols e sem mais chances para os dois lados. Até que aos 45 minutos, Sterling derrubou Zaha dentro da área e o árbitro marcou pênalti.

Milivojevic teve a chance de acabar com a invencibilidade do City, mas chutou em cima do goleiro Ederson, que salvou o time da primeira derrota. Na sequência da jogada, De Bruyne tentou puxar contra-ataque, mas foi brecado – em mais uma subida do belga pelo City, Puncheon faz falta dura no camisa 17, que ficou no chão com dores. De Bruyne saiu de campo de maca. Após a falta, o Palace teve uma última chance de gol em escanteio, mas desperdiçou.

 

 

 

O post Jesus e De Bruyne se machucam, e Ederson defende pênalti em empate de City apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.