Getty Images
Tecnologia descobre e avalia empresas em estágios iniciais

Uma empresa de venture capital sediada em Londres que usa inteligência artificial para encontrar startups promissoras em toda a Europa disse, hoje (12), que levantou € 53 milhões (US$ 60 milhões) para seu maior fundo até o momento.

LEIA MAIS: Trump dá ordem para promoção de inteligência artificial

A InReach Ventures foi fundada por Roberto Bonanzinga e John Mesrie, ambos anteriormente da Balderton Capital, e Ben Smith, que atuava na ferramenta de trabalho em equipe da Microsoft, a Yammer.

A empresa passou três anos desenvolvendo sua própria tecnologia de propriedade intelectual para descobrir, avaliar e apoiar seus investimentos

Bonanzinga afirmou que as startups europeias estavam espalhadas pelo continente, o que significa que muitas empresas em estágio inicial não chamariam a atenção de grupos sediados em grandes cidades como Londres.

Ele disse que a InReach Ventures estava usando a AI para filtrar e avaliar dados, por exemplo, de publicações em blogs e fontes similares, para identificar empresas em estágio inicial em busca de seu primeiro investidor institucional. “Empreendedores podem encontrar empresas em qualquer lugar da Europa, de Helsinque a Barcelona, de Varsóvia a Roma, e muitos ainda não são notados na hora certa”, diz ele. “Como capitalistas de risco europeus, precisamos de uma nova abordagem, que seja distinta e adaptada para lidar com essa fragmentação geográfica e com a realidade econômica. Acreditamos que a única maneira de conseguir isso é por meio de uma abordagem baseada em software, impulsionada pela IA.”

A InReach investiu em oito startups de toda a Europa desde que foi fundada em 2015, disse ele, incluindo a startup de mercado com sede na Lituânia, a Oberlo, que foi posteriormente adquirida pela Shopify.

VEJA TAMBÉM: Como usar a inteligência artificial para fazer cerveja

O fundo estava particularmente interessado em startups de internet, softwares de serviço e mercados de consumo, com investimentos típicos de € 500 mil a € 2 milhões, afirmou Bonanzinga.

O post Investidora usa IA para encontrar startups na Europa apareceu primeiro em Forbes Brasil.