A Industrial Light & Magic, que foi criada por George Lucas por não ter encontrado outra empresa capaz de criar os efeitos visuais de Star Wars, e no processo acabou dominando o mundo dos efeitos especiais para cinema, agora quer fazer o mesmo na telinha, com o lançamento da ILM TV, um braço da empresa que ficará responsável por criar computação gráfica para séries e filmes de streaming.

ILM TV é a nova divisão da Industrial Light & Magic feita especialmente para séries de TV e streaming.

É claro que os primeiros clientes do novo braço de TV da Industrial Light & Magic estão em casa, mais precisamente a série O Mandaloriano de Jon Favreau e embora ainda não tenha sido confirmado oficialmente, certamente também fará os efeitos da nova série (ainda sem nome) de Cassian Andor para o novo serviço Disney+, que chega ano que vem ao mercado americano.

A ILM TV ficará nos escritórios da Industrial Light & Magic em Londres, mas dependendo da demanda, terá suporte das outras unidades da ILM em São Francisco, Vancouver e Singapura, conforme for preciso. Além das séries do serviço de streaming Disney+, a ILM TV também vai trabalhar para outras empresas, e já está cuidando dos efeitos de Krypton para o SyFy, um canal da NBC, que é do grupo Comcast, o que aliás faz parte do modelo de negócios da ILM desde o começo

Equipe da nova ILM TV já ganhou o prêmio Bafta por seu trabalho em Black Mirror.

A equipe responsável pela ILM TV é formada pelos especialistas em efeitos visuais Hayden Jones e Jonathan Privett, e os produtores executivos Louise Hussey e Stefan Drury. O time antes trabalhava cuidando da área de TV e streaming na DNEG (ex- Double Negative), uma empresa inglesa de CGI vencedora de quatro Oscars. Eles chegaram inclusive a ganhar um prêmio Bafta pelos trabalhos prestados para a série Black Mirror, ou seja, todos contam com experiência de sobra em produções para serviços de streaming.

O release sobre o ILM TV também relembra os tempos da série O Jovem Indiana Jones, quando a ILM chegou a ser premiada com um Emmy por ter criado efeitos visuais com nível de cinema na TV, usando sua grande expertise técnica, claro que se você for buscar no YouTube, é bom dar um desconto, pois estamos falando de uma série de 24 anos atrás, um tempo onde os efeitos digitais eram bem mais simples (e toscos).

Voltando ao presente, o diretor criativo da Rob Bredow diz que “não é sempre que você consegue criar uma nova divisão na Industrial Light & Magic. Estamos vendo uma convergência real entre as soluções criativas usadas em filmes e na nossa divisão de entretenimento imersivo ILMxLAB, e agora estamos orgulhosos por podermos oferecer estas mesmas inovações ILM de uma maneira que seja adequada para trabalhos de TV e streaming para criadores ao redor do mundo.”

Entre os trabalhos da ILMxLAB citada acima por Bredow está o jogo Vader Immortal, que está sendo desenvolvido e deve ser lançado junto com o headset VR Oculus Quest em 2019. Pra mim é bem interessante ver como a Industrial Light & Magic continua se reinventando com o passar dos anos. Nada mal para uma empresa que surgiu apenas para conseguir realizar a visão de um cineasta, mas que sempre soube muito bem como vender seu peixe para outros estúdios, como eu disse lá no começo do post.

Sem dúvida alguma, a criação da ILM TV é uma ótima notícia para produtores e showrunners que queiram contar com o trabalho de excelente qualidade da Industrial Light & Magic em suas séries, e também pra nós, fãs de ficção científica. Torço para que façam sucesso e criem muitos efeitos legais.

Saiba mais sobre a ILM TV.

O post ILM TV: Industrial Light & Magic ganha divisão pra séries de TV e streaming apareceu primeiro em Meio Bit.