Reuters
Polônia cogita excluir empresa chinesa do desenvolvimento da futura rede 5G

A Huawei, maior fabricante de equipamentos de telecomunicações do mundo, propôs lançar um centro de cibersegurança na Polônia, disse hoje (6) Tonny Bao, diretor da unidade polonesa da companhia.

LEIA MAIS: Huawei mira supremacia em smartphones em 2019

“Estamos prontos para ter um centro de cibersegurança na Polônia, se autoridades aceitarem isso como uma solução confiável”, afirmou Bao em coletiva de imprensa.

Outra autoridade da companhia, também presente na coletiva, afirmou que não há motivo para o governo polonês excluir a empresa chinesa do desenvolvimento da futura rede de 5G.

Em janeiro, a Polônia deteve um empregado chinês da Huawei e uma autoridade de segurança do país por suposta espionagem.

O post Huawei propõe centro de cibersegurança na Polônia apareceu primeiro em Forbes Brasil.