Homem está preso em Moscou

Homem está preso em Moscou
Shamil Zhumatov/Reuters/03-01-18

A polícia de Moscou, a capital da Rússia, anunciou nesta segunda-feira que um homem foi detido por enviar falsos alertas de bombas que supostamente teriam sido deixadas nos três principais aeroportos da cidade.

“A polícia recebeu hoje três denúncias de bomba por telefone, que teriam sido supostamente instaladas nos aeroportos moscovitas de Sheremetievo, Domodedovo e Vnukovo”, disse um porta-voz policial citado pela agência oficial russa “TASS”.

O porta-voz acrescentou que os três aeroportos foram checados por pessoal especializado, mas nenhuma bomba foi encontrada.

“A polícia estabeleceu (quem é) o autor das ligações telefônicas, que atualmente está sendo interrogado”, acrescentou o porta-voz.

Segundo uma fonte das forças de segurança, a polícia não descarta que o detido possa sofrer de algum transtorno mental, por isso investiga se ele já esteve internado em algum hospital psiquiátrico.

Os falsos alertas de bomba em lugares de grande afluência de pessoas, como estações de trem e metrô, aeroportos e shoppings, são relativamente frequentes na Rússia.

O Código Penal da Rússia prevê até cinco anos de prisão aos autores de falsas denúncias de atos terroristas.