A praia é um lugar de todos e super democrático, mas mesmo que ela seja um lugar bonito e para descansar, ela também oferece vários perigos, tanto para adultos, quanto para crianças. Os pais do mundo todo estão cientes desse perigo, tanto que estão em estado de alerta sempre que vão à praia com seus filhos.

Mas nem sempre é possível se manter alerta o tempo todo. Esse foi o caso vivido na praia da Sabaudia, na Itália, por uma mãe quando sua filha de 10 anos foi arrastada pelo mar. E a única coisa que a jovem conseguiu fazer foi gritar enquanto a menina estava sendo arrastada pela correnteza do mar.

Em uma situação dessas é de se esperar que a mãe não soubesse o que fazer ou que até mesmo não percebesse os gritos da filha em meio ao barulho da praia, mas por sorte da mãe, uma pessoa estava prestando atenção e viu o que estava acontecendo.

O menino de 17 anos, Valerio Catoia, que tem síndrome de down viu que a menina de 10 anos e outra de 14 tinham sido arrastadas pelo mar Tirreno. E quando as duas gritaram por socorro, o menino prontamente atendeu.

Salvamento

O pai de Catoia também estava junto e resolveu ajudar a menina mais velha a sair do mar. Os dois se jogaram ao mar bem antes que qualquer um dos salva-vidas tentasse ir ao mar para salvá-las. Não é recomendável se jogar ao mar para tentar salvar alguém, é melhor deixar isso para os profissionais. Mas o menino não era nenhum amador, ele nada desde os três anos e compete em Olimpíadas Especiais.

A menina de 10 anos já estava debaixo d’água quando Valerio a salvou, e o seu conhecimento em primeiros socorros foi bastante útil quando ele a tirou do mar e garantiu que ela não engolisse água.

Honraria

As pessoas fizeram com que Valerio tivesse o reconhecimento necessário por seu ato heroico. O ex-primeiro ministro, Matteo Renzi, disse que o país todo deveria se orgulhar da coragem demonstrada pelo menino. Além disso, o ministro do esporte italiano, Lucca Lotti, deu a Catoia o prêmio de Campeão de Solidariedade da Itália.

Mesmo com todo esse reconhecimento, Valerio não mudou e está ansioso para que suas aulas comecem de novo. Também afirma que é a mesma pessoa de sempre.

Essa matéria Garoto com Síndrome de Down é reconhecido por sua coragem ao salvar garota de se afogar foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.