A Epic Games, graças ao sucesso de Fortnite, se tornou uma das empresas de maior sucesso atualmente na indústria de games – mas junto com o sucesso, vêm grandes problemas.

A empresa tem sido alvo de acusações recentes por supostamente ter plagiado passos de danças de alguns rappers, que foram posteriormente colocados em Fortnite e vendidos aos jogadores.

Um dos responsáveis por algumas dessas acusações foi o rapper 2 Milly, mas a Epic indicou que não cederá fácil a qualquer tipo de incriminação.

“Ninguém é dono de um passo de dança. A lei dos direitos autorais é clara, passos de dança individuais ou danças simples completas não são protegidas por direitos, e são uma construção da liberdade de expressão, que se encontram em domínio público para coreógrafos, dançarinos e público geral usarem, repetirem e desfrutarem.”

As palavras são do advogado de defesa da Epic Games, responsável por defender a empresa no caso, que já foi parar no tribunal.

Concordam com ele?

O post Fortnite responde à acusação de rapper: “Ninguém é dono de um passo de dança” apareceu primeiro em O Vício.