A tempestade tropical Florence adentrou o território norte-americano neste sábado (15), provocando transbordamento de rios, derrubando árvores e interrompendo o fornecimento de energia

Afetando quase 1 milhão de lares e negócios nos Estados da Carolina do Norte e do Sul, matando ao menos sete pessoas. Equipes de resgate e voluntários continuam trabalhando exaustivamente para atender os moradores atingidos pelo temporal

A tempestade perdeu a força de furacão assim que tocou o solo, mas as previsões apontam que o progresso do fenômeno de 560 quilômetros de amplitude pode deixar a maior parte da região debaixo d’água nos próximos dia. Na foto é possível ver o rastro deixado pela tempestade 

O Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC) alertou que a chuva chegaria a algo entre 76 e 102 centímetros na costa sudeste da Carolina do Norte e em parte da costa nordeste da Carolina do Sul, e a até 25 cm no sudoeste da Virgínia. Milhares de pessoas já deixaram as áreas mais atingidas

“Essa tempestade é implacável e penosa”, disse o governador da Carolina do Norte, Roy Cooper, à CNN na noite de sexta-feira. “Provavelmente não há um condado ou pessoa que não será afetada de alguma maneira por essa gigantesca e violenta tempestade”

Por volta das 14h (horário local), o centro de furacões informou que Florence tinha ventos de até 75 km/h e continuava produzindo inundações catastróficas nas Carolinas do Sul e do Norte. Também disse que a tempestade estava a 55 quilômetros a oeste de Myrtle Beach, na Carolina do Sul, e os serviços de previsão antecipavam um lento movimento para o oeste

“O enfraquecimento gradual é previsto enquanto o Florence adentra o continente durante os próximos dois dias, e deve se enfraquecer até uma depressão tropical” até a noite de sábado, disse o centro em um boletim. Mesmo com enfraquecimento voluntários se esforçaram para tirar moradores atingidos pelas chuvas e fortes ventos

“O enfraquecimento gradual é previsto enquanto o Florence adentra o continente durante os próximos dois dias, e deve se enfraquecer até uma depressão tropical” até a noite de sábado, disse o centro em um boletim. Enquanto isso não acontece centenas de pessoas procuraram por abrigos nesta tarde

Cooper disse que cinco mortes foram confirmadas na Carolina do Norte devido à tempestade, e que “várias outras estão sob investigação”. Ele pediu que as pessoas atendam às ordens de retirada

Autoridades da Carolina do Sul também registraram a primeira morte provocada pela tempestade no Estado, uma mulher que morreu em um acidente rodoviário na noite de sexta-feira depois que seu carro foi atingido pela queda de uma árvore. Com a força dos ventos e da água, além das árvores, carros e barcos foram arremessados como mostra a imagem