Um dos maiores ídolos da história do Corinthians completa 46 anos neste domingo, último dia do ano: Marcelinho Carioca. A Gazeta Esportiva relembra momentos de destaque da carreira do eterno Pé de Anjo, que marcou uma geração de torcedores, seja por amor ou por ódio. Com a camisa do alvinegro do Parque São Jorge, foram 433 partidas e 206 gols, muitos deles decisivos.

Nascido no Rio de Janeiro em 1971, Marcelinho foi revelado pelo Flamengo, onde aprofundou seus treinamentos com Zico para em seguida se tornar um dos maiores cobradores de faltas do país e do mundo. A cada bola parada, a Fiel cantava: “Uh, Marcelinho”, e a ansiedade pelo gol já crescia. Quase sempre dava certo.

O ex-meia é o quinto maior artilheiro da história do Corinthians, atrás apenas de Cláudio (306), Baltazar (269), Teleco (253) e Neco (228). Além disso, foi campeão Paulista quatro vezes (1995, 1997, 1999 e 2001), conquistou dois campeonatos Brasileiros (1998 e 1999), liderou o time no título da Copa do Brasil de 1995 e foi o camisa 7 no Mundial de Clubes de 2000, o primeiro organizado pela Fifa e que acabou com o Corinthians campeão no Maracanã.

Mas, não era só pelo o que fazia com a bola nos pés que Marcelinho Carioca ficou conhecido. O ex-jogador também se fez notar pelo temperamento forte, por entrevistas explosivas, brigas públicas com Vanderlei Luxemburgo, Ricardinho e Rincón. Tudo isso acabou evitando uma sequência na Seleção Brasileira, mas, nada que tire o brilho de uma carreira futebolística invejável.

Recentemente, Marcelinho cumpriu um mandato como Deputado Estadual e agora tenta ingressar na carreira de comentarista. O ex-jogador inclusive se formou na faculdade de Jornalismo em 2017.

O post Em nova fase, Marcelinho Carioca, ídolo da Fiel, completa 46 anos apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.