Regina Duarte e o político Jair Bolsonaro. (Foto: Reprodução)

Ficou mais intenso o embate de opiniões políticas entre artistas em meio a um período eleitoral bastante tenso e de grande polarização. E dessa vez, as envolvidas são duas grandes estrelas da Globo: Regina Duarte e Patrícia Pillar.

Regina, que na última semana foi na contramão da maioria de suas colegas de emissora e sugeriu apoio ao candidato à presidência Jair Bolsonaro, do PSL, agora deixou claro através das suas redes sociais que o político é mesmo a sua escolha de voto para essas eleições. A atriz, que em outras ocasiões já havia se posicionado contra o PT, usou as redes sociais na quinta-feira (11) para fazer novas críticas ao partido, que tem Fernando Haddad como candidato à presidência da república.

A veterana vem causando polêmica. (Foto: Reprodução)

Nesta sexta-feira, 12, a veterana surpreendeu ao posar ao lado de Bolsonaro em visita feita à ele em sua residência, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. A foto foi publicada pelo candidato à presidência do Brasil no Instagram e causou alvoroço nas redes sociais.

REGINA CRITICOU O PT E DEFENDEU BOLSONARO

Regina compartilhou uma imagem que exibe o valor do salário mínimo, e logo abaixo, outra quantia com a indicação “Bolsa Presidiário”, uma referência ao ex-presidente Lula, que está preso em Curitiba-PR, mas continua sendo uma espécie de “mentor” e “aliado” de Haddad nessas eleições. A imagem ainda traz uma pergunta: “Tem certa que o PT sabe governar?”.

Assim como Patricia Abravanel, Eliana abre o jogo e diz se ficará grávida novamente

Patrícia, que já assumiu sua posição contra Bolsonaro, resolveu responder o post da colega global e a rebateu. A atriz criticou Bolsonaro e usou diversos argumentos para indicar que o candidato do PSL não seria uma boa escolha para o cargo de presidente.

“Com toda admiração e respeito que tenho por você Regina, faço aqui uma ponderação: de antemão te digo que nunca fui petista, minha preocupação é com o Brasil”, iniciou. “Mas você acha que a solução neste momento é votar em um candidato que nunca administrou uma rua sequer? Que se apresenta como salvador da pátria, mas não tem o menor conhecimento sobre economia, saúde e educação? A apologia à violência que ele prega só nos trará ainda mais violência. Violência esta que já pode ser sentida em nossas ruas. Falo aqui principalmente das minorias, pretos, pobres, LGBTIs, índios e etc. Um governo ruim pode ser trocado em quatro anos, mas a destruição do nosso tecido social poderá levar décadas. Pense nisso com carinho!”, finalizou.

Gracyanne Barbosa revela com quem estava quando teve orgasmo em academia

Regina, no entanto, parece não ter “se intimidado” ou mudado a sua opinião, e seguiu compartilhando imagens com críticas a Haddad e ao PT, além de outras em que reforça o seu apoio a Bolsonaro.