TV Foco

Datena pode comandar novo programa na Band. (Foto: Reprodução/Band)

Após enfrentar uma grave crise financeira nos últimos anos, que chegou a provocar a demissão de funcionários, redução de salários e até o cancelamento de programas, como Pânico, a Band planeja dar a volta por cima em 2018, e vem surpreendendo com ideias ousadas. Recentemente, a emissora do Morumbi promoveu mudanças importantes no seu comando, entre elas a saída do diretor artístico Diego Guebel, que era nome forte no canal. E essas alterações já estão surtindo efeito.

Depois da contração de Cátia Fonseca, que deixou a TV Gazeta após 15 anos e comandará um novo programa vespertino na Band em 2018, além do interesse em Marcos Mion e Gugu Liberato, a Band poderá oferecer um novo programa a José Luiz Datena. A informação é do colunista Flávio Ricco.

+ Band quer Marcos Mion e deve brigar com SBT e Record em 2018

O apresentador é uma das maiores audiências diárias da emissora no comando do Brasil Urgente, mas nunca escondeu a vontade de comandar um nova atração sem conteúdo policial. Porém, no período em que o departamento artístico vinha sendo gerenciado por Guebel, Datena não teve o seu desejo atendido. Agora, com as mudanças administrativas, ele deverá ganhar uma nova oportunidade.

Vale lembrar que Datena já comandou dois programas de entretenimento na Band: No Coração do Brasil (2006-2009), uma atração sobre viagens pelo país, e o game show Quem Fica em Pé? (2012-2013).

RENOVAÇÃO POLÊMICA

Em agosto deste ano, a Band foi na contramão da sua política de cortes e decidiu renovar o contrato de Datena até 2021. As condições impostas nessa renovação, no entanto, geraram revolta entre os funcionários da emissora.

Acontece que a Band enfrentava uma crise financeira que parecia não ter fim, e em virtude disso, vinha reduzindo o salário de praticamente todos os seus funcionários. Diretores e apresentadores sofreram com um corte de 20% recentemente. No departamento de esportes, a redução chegou a 30%. O comentarista Edmundo foi um dos que não aceitou esse corte e decidiu deixar a emissora.

Essa política, no entanto, não foi aplicada a Datena. O apresentador do Brasil Urgente recusou a proposta de redução de salário, mas acabou tendo o seu vínculo renovado, e para receber a mesma quantia de cerca de R$ 700 mil mensais (mais de R$ 8 milhões por ano), que por sinal, é o maior salário da emissora. A notícia se espalhou pelos bastidores da Band e muita gente reclamou da falta de critério nessa situação.

Datena pode ter desejo atendido e ganhar novo programa na Band em 2018