Contra Arábia Saudita, Tite faz testes na defesa da seleção brasileira

Apesar das limitações do rival, treinador espera um duelo complicado.

Técnico Tite comanda atividade no palco que receberá o duelo entre Brasil e Arábia Saudita, nesta sexta-feira, à 15 horas de Brasília.

Depois de modestas atuações contra Estados Unidos e El Salvador, a
seleção brasileira voltará a campo nesta sexta-feira, às 15 horas
(horário de Brasília), para iniciar nova série de amistosos. Antes de
enfrentar a Argentina, na próxima terça, o time de Tite terá pela frente
o limitado time de Arábia Saudita, na casa do rival, na capital Riad.

Dos quatro rivais do Brasil após a disputa da Copa do Mundo da Rússia, o
time é dos mais limitados. Só não está atrás de El Salvador (72º) no
ranking da Fifa. É o 71º colocado, sem qualquer rastro de tradição no
futebol.

É diante desta oportunidade que o treinador da seleção pretende fazer
testes na defesa. A primeira mudança será a entrada de Ederson no lugar
de Alisson, titular ao longo das Eliminatórias e também no Mundial da
Rússia. O jogador do Liverpool voltará ao gol diante dos argentinos. “O
Alisson está um passo à minha frente, disputou uma Copa do Mundo. Não é
por isso que vou trabalhar menos”, avisa Ederson.

Na zaga, Pablo e Marquinhos serão os titulares. O primeiro nem chegou a
ser convocado para a Copa. E Marquinhos era a primeira opção no banco,
atrás de Thiago Silva e Miranda. Como a dupla do Mundial já terá idade
mais avançada na Copa do Catar, em 2022, Pablo e Marquinhos surgem como
boas opções, na avaliação de Tite

Nas laterais, Fabinho vai aparecer no mesmo lado direito em que o
treinador encontrou seguidos problemas em solo russo, em razão das
lesões de Danilo e Daniel Alves, este foi cortado antes mesmo da viagem
para a Rússia. Fagner só ganhou a oportunidade de titular devido a estas
contusões. Não foi chamado desta vez por conta da participação do
Corinthians na final da Copa do Brasil.

No lado esquerdo, Marcelo está machucado, o que proporcionou ao
treinador a oportunidade de testar mudanças no setor. Alex Sandro será o
titular nesta sexta. Filipe Luís, chamado de última hora, será a opção
no banco, apesar de ter se destacado durante a Copa.

Contra os sauditas, os testes param por aí. Mas não as novidades No
ataque, Tite vai dar nova chance a Gabriel Jesus, que passou em branco
nos cinco jogos da seleção na Copa. Roberto Firmino ganhou espaço no
time nos dois amistosos disputados logo após o Mundial. Mas voltará ao
banco nesta sexta.

Apesar das limitações do rival, Tite espera um duelo mais complicado do
que esperava. “A Arábia Saudita é uma equipe móvel, de qualidade de
passe, não é uma equipe estática, pragmática, isso gera grau de
dificuldade maior”, projeta o treinador.

E não esconde que vai aproveitar o amistoso para avaliar o comportamento
dos “novatos”. “É um time que rompe linhas, ataca espaço, não é uma
equipe pesada. Essa é uma característica diferente, à qual teremos de
nos adaptar. Ela me dá oportunidades de conhecer atletas diferentes, com
estruturas táticas às vezes diferentes”, prevê Tite.