O arco-íris é um fenômeno natural, visual e meteorológico, que forma um arco com as sete cores do espectro solar, visível sempre após uma chuva. Essa é a definição técnica desse acontecimento, mas ele significa muito mais do que isso. Esse fenômeno carrega em si uma mensagem de esperança depois de um período turbulento. E é por esse motivo que foi usado como conceito para bebês nascidos após a mãe perder outra criança de forma natural durante a gravidez ou o parto.

Os bebês arco-íris simbolizam essa esperança para a família, eles trazem luz a após uma tempestade, um sinal de que as coisas podem e vão melhorar.

A perda

Para qualquer pessoa que tenha passado pela experiência da perda de um filho, essa é uma das coisas mais dolorosas que alguém pode vivenciar. Contudo, mesmo para os que não tenham atravessado essa experiência, não é difícil imaginar a dor e sofrimento que isso possa causar. Todos os planos feitos, as ilusões, os projetos para o filho que iria chegar, tudo perdido em um momento traumático e difícil para a família.

Após a perda, vem o luto, que por vezes se torna um longo período de sofrimento e angústia, que pode se tornar tão profundo a ponto do pai ou da mãe, às vezes os dois, optarem por não ter mais filhos. Por diversos motivos, mas principalmente por medo de que isso possa acontecer novamente e que terão que reviver tudo outra vez, ou até mesmo por receio de estar substituindo um filho por outro.

Em outros casos, após o período de lutos, muitos casais decidem tentar engravidar novamente, e quando o bebê nasce sem nenhuma complicação, eles são chamados de bebês arco-íris, justamente pelo simbolismo que isso carrega.

Então os bebês arco-íris vêm ao mundo, depois de um aborto espontâneo, morte fetal, morte neonatal ou perda infantil, trazendo uma nova esperança, não como substitutos do filho perdido, mas como uma nova oportunidade.

O segundo filho

De forma alguma que o filho nascido após a perda de um outro é uma maneira de substituição. Não mesmo, pelo contrário, ele agora é um novo motivo para a família se fortalecer. A chegada do novo filho não acaba com a dor da perda, mas ainda assim o luto e tristeza podem coexistir com a felicidade do novo filho. Porém, esse pensamento de que um filho toma o lugar do outro é bastante perigoso, e pode prejudicar a saúde mental da família e também do recém-nascido.

Por isso, nesse caso de experiência tão dolorosa é importante procurar por ajuda profissional, no caso, um psicólogo que ajude a canalizar as emoções conflitantes após uma perda trágica de um bebê e a felicidade com a chegada de um outro.

Mesmo com toda alegria com a chegada de um bebê, é inevitável ter alguns dias difíceis, mas o bebê arco-íris está ali para acalmar os corações, e dar forças para o novo recomeço da família, trazendo felicidade, calmaria e principalmente, esperança.

Essa matéria Conheça os bebês arco-íris e o motivo dos seus nomes foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.