TV Foco

A apresentadora Xuxa Meneghel comanda o reality Dancing Brasil. (Foto: Divulgação)

Muita coisa que a Record colocou no ar nos últimos anos “não deu certo”. O Dancing Brasil, formato apresentado por Xuxa, no entanto, não pode entrar nessa lista. Sucesso, a atração já entrará para a sua terceira temporada com mudança no dia de exibição.

Depois de duas temporadas exibidas nas segundas-feiras, a atração passará para as noites de quarta, dia em que a audiência da Record tende a ser maior por causa do futebol. Os ensaios tiveram início no final do ano passado e a Record arregaça as mangas para acelerar a próxima edição.

+Bruno Gissoni faz balanço sobre 2017 e conquista os internautas com foto da filha

De acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, se nada mudar até lá, a estreia da terceira temporada da atração se dará no próximo dia 17.

PARTICIPANTE FALA SOBRE WORKSHOPS

A atriz Bárbara Borges se prepara para entrar no elenco da nova temporada do reality Dancing Brasil. Em entrevista à jornalista Patricia Kogut, ela falou sobre o convite da emissora. “Me perguntaram se eu tinha interesse em participar e eu disse que sim. A dança é uma paixão, sempre esteve presente de alguma maneira na minha vida e marcou o início da minha carreira”, contou a atriz.

Ela fez ainda uma revelação sobre os workshops que fez ates de entrar em definitivo na atração. “Foi bem intenso. Eu que estava parada de atividades físicas, senti dores por todo corpo. Mas a preparação foi essencial, tanto pela questão técnica da apresentação dos ritmos, como pelo envolvimento e entrosamento do grupo. Criou-se uma união genuína entre todos”, comemorou Bárbara.

Tendo estreado na TV como uma paquita de Xuxa, Bárbara Borges revela como foi a transição da assistência de palco para a teledramaturgia: “Viajávamos todos os finais de semana fazendo shows pelo Brasil. Também gravávamos clipes e os programas ‘Xuxa Park’ e ‘Planeta Xuxa’. O segundo, principalmente, era só dança. Então, ensaiávamos muito e tinham muitas coreografias”.

“Fiz aulas de jazz, sapateado e dança de salão. A paixão pela dança era tão intensa que com 18 anos cheguei a fazer faculdade disso e sonhava em viver para a dança. Mas acabei fazendo só um período e logo transferi para o curso de Artes Cênicas“, contou. Sobre como concilia o trabalho com o tempo para a família, ela afirma: “Eu e meu marido nos organizamos com a rotina dos meninos”.

“Além disso, contamos com a ajuda das nossas famílias quando necessário. Sou muito realizada sendo mãe do Martin Bem e do Theo Bem. Sou mãe de meninos, até meu filho de quatro patas é macho, o Johnny, e sou muito feliz“, finaliza.

Com mudança no dia da semana, Record define data de estreia do Dancing Brasil