A Bélgica enfrenta embargos em suas exportações de carne suína

A Bélgica enfrenta embargos em suas exportações de carne suína
Yves Herman/Reuters – 18.9.2018

A França vai colocar cercas ao longo de sua fronteira com a Bélgica para impedir que os javalis disseminem a peste suína africana, uma doença virulenta que pode prejudicar a indústria de suínos da Europa.

A França está em alerta para a peste suína africana desde que a Bélgica detectou o vírus no mês passado entre javalis a poucos quilômetros da fronteira com a França.

A Bélgica já enfrentou embargos em suas exportações de carne suína de países como a China, que também viu um surto do vírus, e a Coreia do Sul.

Depois de intensificar as inspeções e proibir a caça e outras atividades, as autoridades do nordeste da França planejam instalar cercas até o final desta semana ao longo da fronteira, em uma região de quatro regiões administrativas, disse um funcionário da prefeitura de Meurthe-et-Moselle.

Em Moselle, uma das outras regiões cobertas pela zona de vigilância, a prefeitura também confirmou que as cercas serão colocadas sem dar mais detalhes.

Os países da Europa Ocidental têm tentado evitar a propagação da doença, que é altamente contagiosa entre os porcos, mas inofensiva para os seres humanos, após um número crescente de casos na Europa Oriental.