Carcaça de uma baleia cachalote da espécie Physeter macrocephalus (Foto: DLNR/ Divulgação)

 

 

Autoridades ficaram surpresas ao encontrar uma enorme carcaça encalhada na costa de uma praia no Havaí. Após ter sido realocada algumas vezes, a estrutura está sendo usada pelos cientistas para estudar a vida marinha da região. 

Trata-se da carcaça de uma baleia cachalote da espécie Physeter macrocephalus. Segundo os especialistas, a baleia tinha 15 metros de comprimento e foi encontrada, pela primeira vez, no dia 10 de janeiro ao longo da costa sul, perto da área de recreação do estado de Sand Island, perto de Honolulu.

Leia também:
+ Baleia rara é morta por caçadores na Islândia
+ Sonar de navios pode literalmente matar baleias de medo, mostra estudo

Antes de ser estudada, a carcaça foi arrastada por um jet ski por 24 quilômetros para além da costa da praia, mas logo depois o mar a trouxe de volta. Uma semana depois uma equipe tentou novamente levar a estrutura para longe da costa, até aparecer novamente em uma praia distante da costa oeste do Havaí.

“As agências envolvidas (DLNR, NOAA), decidiram deixar a carcaça onde está”, disse David Schofield, Coordenador de Resposta a Mamíferos Marinhos para o Serviço Nacional de Pesca Marinha da NOAA, em um comunicado. De acordo com ele, os cientistas tentarão estudar a carcaça e descobrir mais sobre a vida marinha da região.

A primeira descoberta ocorreu a partir de uma necrópsia do animal: os pesquisadores acreditam que a baleia tenha morrido por conta de uma doença, só ainda não sabem qual.

Carcaça foi vista, pela primeira vez, no dia 10 de janeiro (Foto: DLNR/ Divulgação)

 


Curte o conteúdo da GALILEU? Tem mais de onde ele veio: baixe o app Globo Mais para ler reportagens exclusivas e ficar por dentro de todas as publicações da Editora Globo. Você também pode assinar a revista, a partir de R$ 4,90, e ter acesso às nossas edições.