Bolsonaro é escoltado pela Polícia Federal

Bolsonaro é escoltado pela Polícia Federal
Anderson Lira/Brazil Photo Press/Folhapress – 2.12.2018

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) deixou sua casa por volta das 5h30, no Rio de Janeiro, na manhã desta terça-feira (4). Bolsonaro vai a Brasília para continuar o trabalho com a equipe de transição de governo. 

O avião de Bolsonaro decolou da base da FAB (Força Aérea Brasileira). O presidente eleito chegou ao local escoltado por cinco viaturas da PF (Polícia Federal) e por uma van. 

Em sua conta do Twitter, Bolsonaro disse que semana servirá para decidir nomes e estratégias de governo. 

A primeira reunião será pela manhã, com a deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS), confirmada para o Ministério da Agricultura. Segundo Bolsonaro, o escolhido para o Meio Ambiente terá de manter uma boa relação com a Agricultura. Inicialmente, pensou em unificar as duas pastas, mas depois, resolveu manter as pastas distintas.

Acompanhado do ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, que assumirá a Casa Civil, Bolsonaro se reunirá com representantes do MDB e PRB. As duas bancadas dos partidos deverão estar entre as maiores na próxima legislatura.

Na quarta-feira (5), a reunião será com o PR e PSDB. Também há encontros com embaixadores e audiência no Quartel General do Exército.

Anúncio de ministérios

O ministro extraordinário da transição de governo e futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, confirmou nesta segunda-feira (3) que a estrutura do novo governo contará com 22 ministérios.

Durante coletiva de imprensa realizada no  CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil ), sede da transição, o ministro apresentou o desenho do novo governo — que conta com sete pastas a mais do que o presidente eleito Jair Bolsonaro prometeu durante a campanha.

Até o momento, Bolsonaro anunciou 20 nomes e falta definir quem vai chefiar as pastas do Meio Ambiente e Direitos Humanos. Onyx disse que os nomes podem ser divulgados esta semana ou não.


Arte/R7