André Dias como Groa de Segundo Sol. (Foto: Divulgação)
André Dias como Groa de Segundo Sol. (Foto: Divulgação)

No ar em Segundo Sol, novela da faixa das 21h da Rede Globo na pele de Groa, o ator André Dias resolveu se pronunciar sobre a polêmica com Laureta (Adriana Esteves).

Na cena que foi exibida na última terça-feira, 11 de setembro, a vilã-mor pede a ajuda dos orixás em um ritual para que suas maldades continuem dando certo.

+Saiba como fica a grade da Record com a nova temporada de A Fazenda

Entidades umbandas criticaram o posicionamento da trama e salientaram que cenas desse tipo reforçam o preconceito contra religiões afro-descendentes.

André resolveu se pronunciar e pediu desculpas. “Se alguém se sentiu ofendido, em nome de toda novela, peço desculpas. Em nenhum momento a gente quer denegrir a religião. Ao contrário, a gente através da história do Groa traz uma visão dessa religião que é muito bonita e ajuda a acabar com o preconceito”, afirmou o ator em entrevista no intervalo das gravações da trama de João Emanuel Carneiro.

+Segundo Sol: Beto se emociona com carta de Luzia

No folhetim, seu personagem é adepto ao candomblé e e está se preparando para assumir a função de babalorixá do terreiro “Temos feito com muito cuidado com um babalorixá no set. Também tenho uma assessoria pessoal de dois babalorixás. Eu falo que entrou algo em iorubá no texto e eles vão gravar para mim. Fazemos tudo como deve ser”, explicou André.

Laureta em Segundo Sol (Foto: Reprodução)

“A novela das 21h tem peso muito grande. Qualquer coisa que se coloca ali vai ser visto por milhões de pessoas. Tem expectativa e peso muito grande”, disse o ator.

+Após viagem romântica no exterior, Larissa Manoela parabeniza o namorado e idade dele deixa fãs chocados

Por meio de uma nota, a assessoria da Globo também se pronunciou sobre a polêmica cena. “Na cena, Laureta pede proteção aos astros, espíritos, orixás… a todo o além, sem se referir a nenhuma religião especificamente. Além de ressaltar, como registramos ao final de cada capítulo, que novelas são obras de ficção, vale ainda destacar que Laureta é uma vilã, dona, portanto, de várias atitudes reprováveis que só fazem sentido no contexto da dramaturgia”, diz a nota.