O movimento #MeToo tem transformado a forma como Hollywood trata as mulheres, afetando também todas as demais áreas profissionais, estejam elas ou não nos holofotes.

E durante uma entrevista à revista Men’s Health, o astro Arnold Schwarzenegger foi questionado a respeito do impacto da iniciativa e aproveitou a ocasião para admitir que nem sempre sua conduta em relação às mulheres foi das mais adequadas.

Tomando a responsabilidade para si, o veterano ainda pediu desculpas por seu comportamento no passado, refletindo sobre os efeitos que sua vida política trouxeram nesse sentido.

Disse:

“Quando olhei para trás, eu percebi que muitas vezes passei dos limites e fui o primeiro a pedir desculpas por esse tipo de comportamento. Me arrependo disso e peço perdão. Quando me tornei governador, eu quis garantir que – nem mesmo eu – cometesse esses erros de novo”.

O ator de 71 anos ainda aproveitou a ocasião para reafirmar que sua visão de masculinidade permanece e que isso não afeta o respeito que possui pelas mulheres:

“Eu não mudei minha perspectiva de masculinidade. Eu sou um homem e não alteraria minha visão sobre mim mesmo. A mulher que mais amei na vida foi minha mãe. Sempre a respeite, ela foi uma mulher espetacular. Além disso, sempre respeitei as mulheres”.