Aconteceu, na noite deste domingo (10), no Staples Center, em Los Angeles, a 61ª edição do Grammy, uma das maiores premiações do mundo da música. E olha, foi bapho, viu, miga? Apresentado por Alicia Keys (diva perfeita), o evento contou com shows incríveis e alguns vencedores inéditos. Os maiores ganhadores da noite foram Childish Gambino, que levou os prêmios de Gravação do Ano, Música do Ano, Melhor Performance de Rap Cantado, Melhor Clipe e não compareceu à premiação, e a cantora country Kacey Musgraves, que ficou com o gramofone de Melhor Álbum e dominou as categorias de seu ritmo musical, Álbum do Ano, Melhor Performance Country Solo, Melhor Música Country, Melhor Álbum Country.

Também saíram vencedores artistas como Lady Gaga (Melhor Performance Solo de Pop, Melhor Performance de Pop em Grupo/Dupla e Melhor Canção Composta para Mídia Visual), Drake (Melhor Música de Rap), Beyoncé e Jay Z (Melhor Álbum Contemporâneo Urbano) e muitos outros.

A noite também foi marcada por primeiras vezes. Ariana GrandeDua Lipa e Cardi B, por exemplo, levaram seus primeiros Grammys para casa. Ari venceu a categoria de melhor Álbum Pop Vocal por Sweetener. Uma pena que a cantora se desentendeu com os produtores do evento e cancelou sua presença e apresentação no evento. Já Dua garantiu o troféu de Melhor Gravação Dance/Eletrônica por Eletricity e o de Melhor Artista Revelação! A rapper, por sua vez, subiu ao palco após vencer na categoria de Melhor Álbum de Rap por Invasion Of Privacy.

O BTS também marcou presença no evento pela primeira vez. Infelizmente eles não levaram o gramofone pelo qual estavam concorrendo, mas arrasaram apresentando o prêmio de Melhor Álbum de R&B.

Entre os shows da noite, os destaques ficaram por conta de Camila Cabello, que abriu a noite com uma festa latina maravilhosa e coloridona ao lado de J Balvin, Young Thug, Ricky Martin e o trompetista cubano Arturo Sandoval…

… e o que dizer do feat. de Shawn Mendes com Miley Cyrus ao som de In My Blood? Já queremos mais!

Falando nela, nossa eterna Hannah Montana fez um tributo a sua madrinha, Dolly Parton, ao lado de Katy PerryKacey MusgravesLinda PerryMaren Morris e do grupo Little Big Town.

Lady Gaga deixou todo mundo arrepiado com sua performance de Shallow.

E teve ainda Alicia Keys tocando dois pianos ao mesmo tempo, Cardi B quebrando tudo, Dua Lipa cantando ao lado de St. Vincent, Travis Scott fazendo a galera subir pelas paredes e muito mais! Ficou curiosa para ver quem foram os que se deram bem na noite?

Então veja abaixo a lista completa dos vencedores do Grammy 2019:

CATEGORIAS PRINCIPAIS

Gravação do Ano
This Is America – Childish Gambino

Álbum do Ano
Golden Hour – Kacey Musgraves

Música do Ano
This Is America – Donald Glover & Ludwig Goransson (Childish Gambino)

Melhor Artista Revelação
Dua Lipa

CATEGORIAS DE POP

Melhor Performance Solo de Pop
Joanne (Where Do You Think You’re Goin’?) – Lady Gaga

Melhor performance de pop em grupo ou dupla
Shallow – Lady Gaga e Bradley Cooper

Melhor Álbum Pop Vocal
Sweetener – Ariana Grande

Melhor Álbum Pop Vocal Tradicional
My Way — Willie Nelson

CATEGORIAS DE DANCE/ELETRÔNICO

Melhor Gravação de Dance ou Eletrônico
Electricity – Silk City e Dua Lipa Featuring Diplo e Mark Ronson

Melhor Álbum de Dance ou Eletrônico
Woman Worldwide – Justice

CATEGORIAS DE R&B

Melhor Performance R&B
Best Part – H.E.R. Featuring Daniel Caesar

Melhor Performance de R&B Tradicional
Bet Ain’t Worth The Hand – Leon Bridges
How Deep Is Your Love – PJ Morton Featuring Yebba (EMPATE)

Melhor Música R&B
Boo’d Up — Larrance Dopson, Joelle James, Ella Mai & Dijon McFarlane (Ella Mai)

Melhor Álbum R&B
H.E.R. – H.E.R.

Melhor Álbum Contemporâneo Urbano
Everything Is Love – The Carters

CATEGORIAS DE RAP

Melhor Performance de Rap
King’s Dead – Kendrick Lamar, Jay Rock, Future & James Blake
Bubblin – Anderson .Paak (EMPATE)

Melhor Performance de Rap Cantado
This Is America – Childish Gambino

Melhor Música de Rap
God’s Plan – Aubrey Graham, Daveon Jackson, Brock Korsan, Ron LaTour, Matthew Samuels & Noah Shebib, compositores (Drake)

Melhor Álbum de Rap
Invasion Of Privacy – Cardi B

CATEGORIAS DE ROCK

Melhor Performance de Rock
When Bad Does Good – Chris Cornell

Melhor Performance de Metal
Electric Messiah – High On Fire

Melhor Música de Rock
Masseduction – Jack Antonoff & Annie Clark (St. Vincent)

Melhor Álbum de Rock
From The Fires – Greta Van Fleet

CATEGORIAS DE COUNTRY

Melhor Performance Country Solo
Butterflies – Kacey Musgraves

Melhor Música Country
Space Cowboy – Luke Laird, Shane McAnally & Kacey Musgraves (Kacey Musgraves)

Melhor Performance Country em Grupo ou Dupla
Tequila – Dan + Shay

Melhor Álbum Country
Golden Hour – Kacey Musgraves

CATEGORIAS DE TEATRO MUSICAL

Melor Álbum de Teatro Musical
The Band’s Visit – The Band’s Visit

Melhor Compilação de Trilha Sonora para Mídia Visual
The Greatest Showman – O Rei do Show

Melhor Trilha Sonora para Mídia Visual
Pantera Negra – Ludwig Goransson (compositor)

Melhor Canção Composta para Mídia Visual
Shallow – Lady Gaga, Mark Ronson, Anthony Rossomando e Andrew Wyatt

CATEGORIAS DE CLIPE/FILME MUSICAL

Melhor Clipe
This is America – Childish Gambino

Melhor Vídeo Musical Longo
Quincy – Quincy Jones, Alan Hicks e Rashida Jones

CATEGORIAS DE JAZZ

Melhor Álbum Vocal de Jazz
The Window – Cécile McLorin Salvant

Melhor Solo Improvisado de Jazz
Don’t Fence Me In – John Daversa

Melhor Álbum Instrumental de Jazz
Emanon – The Wayne Shorter Quartet

Melhor Álbum de um Grande Conjunto de Jazz
American Dreamers: Voices Of Hope, Music Of Freedom – John Daversa Big Band Featuring DACA Artists

Melhor Álbum de Jazz Latino
Back To The Sunset – Dafnis Prieto Big Band

CATEGORIAS DE GOSPEL OU MÚSICA CRISTÃ

Melhor Música ou Performance Gospel
Never Alone – Tori Kelly e Kirk Franklin

Melhor Álbum Gospel
Hiding Place – Tori Kelly

Melhor Performance/Música Cristã Contemporânea
You Say – Lauren Daigle; Lauren Daigle, Jason Ingram & Paul Mabury

Melhor Álbum de Música Cristã Contemporânea
Look Up Child – Lauren Daigle

Melhor Álbum de Gospel Raiz
Unexpected – Jason Crab

CATEGORIAS LATINAS

Melhor Álbum de Pop Latino
Sincera – Claudia Brant

Melhor Álbum Latino de Rock, Urbano ou Alternativo
Aztlan – Zoé

Melhor Álbum de Música Mexicana Regional
¡México Por Siempre! – Luis Miguel

Melhor Álbum Latino Tropical
Anniversary” — Spanish Harlem Orchestra

CATEGORIAS DE REGGAE

Melhor Álbum de Reggae
44/876 – Sting & Shaggy

CATEGORIAS INFANTIS

Melhor Álbum Infantil
All The Sounds – Lucy Kalantari & The Jazz Cats

CATEGORIAS DE MÚSICAS DE ORIGEM AMERICANA

Melhor Performance de Música de Origem Americana
The Joke – Brandi Carlile

Melhor Música de Origem Americana
The Joke – Brandi Carlile, Dave Cobb, Phil Hanseroth & Tim Hanseroth

Melhor Álbum de Americana
By The Way, I Forgive You – Brandi Carlile

Melhor Álbum de Bluegrass
The Travelin’ McCourys – The Travelin’ McCourys

Melhor Álbum de Blues Tradicional
The Blues Is Alive and Well – Buddy Guy

Melhor Álbum de Blues Contemporâneo
Please Don’t Be Dead – Fantastic Negrito

Melhor Álbum Folk
All Ashore – Punch Brothers

Melhor Álbum de Origem Regional
No ‘Ane’i – Kalani Pe’a

CATEGORIAS DE COMPOSIÇÃO E ARRANJO

Melhor Composição Instrumental
Blut Und Boden (Blood and Soil) – Terence Blanchard

Melhor Arranjo Instrumental A Capella
Stars and Stripes Forever – John Daversa

Melhor Arranjo Instrumental com Acompanhamento de Voz
Spiderman Theme – Randy Waldman

CATEGORIAS DE MELHORES PACOTES

Melhor Pacote de Gravação
Masseduction – Willo Perron (St. Vincent)

Melhor Pacote de Edição Especial Limitada ou Box
Squeeze Box: The Complete Works of ‘Weird Al’ Yankovic – Meghan Foley, Annie Stoll & Al Yankovi (“Weird Al” Yankovic)

CATEGORIAS DE PRODUÇÃO

Melhor Engenharia de Álbum Não-Clássico
Colors – Beck

Produtor do Ano (Não-Clássico)
Pharrell Williams

Melhor Gravação Remix
Walking Away (Mura Masa Remix) – Alex Crossan, remixer (Haim)

OUTRAS CATEGORIAS

Melhor Álbum de Música Alternativa
Colors – Beck

Melhor Álbum de Comédia
Equanimity & The Bird Revelation – Dave Chapelle

Melhor Álbum Instrumental Contemporâneo
Steve Gadd Band – Steve Gadd

Melhor Álbum New Age
Opium Moon — Opium Moon

Melhor Álbum de Música Mundial
Freedom – Soweto Gospel Choir

Melhor Álbum Falado Mundial

Melhor Notas de Álbum
Voices of Mississippi: Artists and Musicians Documented by WIlliam Ferris

Melhor Álbum Histórico
Voices of Mississippi: Artists and Musicians Documented by WIlliam Ferris

Melhor Álbum com Áudio Imersivo
Eye in The Sky – 35th Anniversary Edition – The Alan Parsons Project

Melhor Engenharia de Álbum Clássico
Shostakovich: Symphonies Nos. 4 & 11 – Andris Nelsons & Boston Symphony Orchestra

Produtor Clássico do Ano
Blanton Alspaugh

Melhor Performance de Orquestra
Shostakovich: Symphonies Nos. 4 & 11 – Boston Symphony Orchestra

Melhor Gravação de Ópera
Bates: The (R)evolution of Steve Jobs – The Santa Fe Opera Orchestra

Melhor Performance de Coral
McLoskey: Zealot Canticles (Doris Hall-Gulati, Rebecca Harris, Arlen Hlusko, Lorenzo Raval & Mandy Wolman; The Crossing)

Melhor Performance de Música de Câmara/Pequeno Elenco
Anderson, Laurie: Landfall – Laurie Anderson & Kronos Quartet

Melhor Solo Instrumental Clássico
Kernis: Violin Concerto – Seattle Symphony

Melhor Álbum Vocal de Clássico Solo
Songs of Orpheus — Monteverdi, Caccini, D’India & Landi

Melhor Compendium Clássico
Fuchs: Piano Concerto ‘Spiritualist’; Poems of Life; Glacier; Rush

Melhor Composição Clássica Contemporâneo
Kernis: Violin Concerto – James Ehnes, Ludovic Morlot & Seattle Symphony