Parlamento britânico terá votação decisiva sobre o Brexit nesta terça (15)

Parlamento britânico terá votação decisiva sobre o Brexit nesta terça (15)
Reprodução via Reuters

O Parlamento britânico deve votar nesta terça-feira (15) o acordo final para a saída do Reino Unido da UE (União Europeia), o Brexit. No entanto, as chances de aprovação parecem pequenas.

Após uma semana de debates sobre o texto costurado entre a premiê May e as lideranças da UE, definido no fim de 2018, cada vez mais parlamentares do Partido Conservador parecem dispostos a não aprovar o acordo.

O plano do Brexit teve críticas por todos os lados, dos favoráveis à saída aos apoiadores da permanência na UE, passando pelo partido da Irlanda do Norte que garante a margem mínima permanência do Partido Conservador, liderado por May, no poder.

Sem margem para erros

Durante a última semana, declarações de parlamentares de diversos partidos demonstram que a premiê dificilmente terá a margem necessária para aprovar seu plano.

O Parlamento é composto por 650 representantes. Destes, May tem garantidos cerca de 100 votos de ministros e secretários do governo e executores da direção do Partido Conservador, todos obrigados a apoiar o acordo.

Contudo, os conservadores quase não têm margem para erro dentro da votação. O partido tem 317 representantes na casa e só consegue a maioria mínima com os dez parlamentares do Partido Democrático Unionista da Irlanda do Norte.

Irlandeses em dúvida

Os irlandeses, por ficarem na região mais problemática para o acordo, que prevê uma fronteira vigiada com a República da Irlanda, podem abandonar May na votação. Além deles, outros 16 membros do Partido Conservador já se disseram contrários ao acordo.

Sem esses 26 votos, May precisaria de um aporte do mesmo tamanho de votos de outros partidos, que dificilmente acontecerá. Até agora, 69 parlamentares de outras legendas já se declararam contrários ao acordo.

Os parlamentares podem mudar de opinião até a hora da votação e alguns que já se pronunciaram ainda não tomaram uma decisão final sobre o acordo.