Provavelmente nunca uma outra edição do Big Brother Brasil causou tanta polêmica com comentários preconceituosos e absurdos como essa. Mas, embora a produção do programa não pareça estar muito atenta com tudo que está acontecendo, as pessoas do mundo de fora definitivamente estão – e a polícia também. Após os casos de racismo e intolerância religiosa chegarem à Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), agora é a vez das denúncias de maus tratos a animais serem ouvidas.

<span class="hidden">–</span>Reprodução

A 32ª DP do Rio de Janeiro é a delegacia responsável por instaurar o inquérito para investigar as denúncias de apologia a maus tratos de animais e zoofilia que Maycon Santos, participante do reality, declarou ter praticado.

Em vídeos que circulam pelas redes sociais, Maycon admite que maltratava gatos ao colocar adesivos e bombinhas nos rabos dos animais. Em uma outra ocasião, o brother também confessou que havia perdido a virgindade com uma bezerra de sua fazenda. Antes de sair do programa, Hana chegou a comentar com Rodrigo que após o comentário, ela olhava para Maycon todo dia e lembrava do que ele tinha feito. “Uma coisa que me incomodou profundamente na primeira semana, pra todo mundo passou batido, mas pra mim toda vez que olho pra cara dele eu lembro, foi o fato de ter estuprado vaca, boi, galinha. Você falar desse jeito rindo e achando o máximo o que fez…”, a sister disse.

Instagram Photo

Segundo o Jornal Extra, o ativista dos direitos dos animais, Randel Silva, tentou fazer um registro de ocorrência contra o participante, mas foi informado de que já havia um inquérito em andamento. “As pessoas precisam entender que são responsáveis pelo que dizem. Como militante da causa animal, não poderia fechar os olhos. Ontem (11), mais uma vez, ele voltou a falar sobre zoofilia. Zoofilia não é engraçado, não é uma piada. É uma violência contra um animal. É um estupro“, disse Randel Silva.

A Rede Globo segue sem se pronunciar sobre as denúncias. Nenhum tipo de violência, seja contra quem for, pode ser aceita. E ainda menos ser motivo de piada!