TV Foco

Marina Ruy Barbosa e Xandinho Negrão (Foto: Reprodução)

A atriz Marina Ruy Barbosa foi na contramão dos famosos e escolheu um destino tranquilo para passar o primeiro Réveillon ao lado do marido, o piloto Xandinho Negrão.

Diferente de Bruna Marquezine, Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, que escolheram o agito de Fernando de Noronha, ou Juliana Paes que optou por Jericoacoara, Marina decidiu passar a virada do ano em Paraty, no Rio de Janeiro.

Ao lado de Tatá Werneck e Rafael Vitti, Marina escolheu um vestido branco com transparência que fez o maior sucesso entre os internautas.

“Vai menina, fecha os olhos. Solta os cabelos. Joga a vida. Como quem não tem o que perder. Como quem não aposta. Como quem brinca somente. Vai, esquece do mundo. Molha os pés na poça. Mergulha no que te dá vontade. Que a vida não espera por você. Abraça o que te faz sorrir. Sonha que é de graça. Não espere. Promessas vão e vem. Planos, se desfazem. Regras, você as dita. Palavras, o vento leva. Distância, só existe pra quem quer. Sonhos se realizam, ou não. Os olhos se fecham um dia, pra sempre. E o que importa você sabe, menina. É o quão isso te faz sorrir. E só”, escreveu Marina horas antes da virada.

Pronta para 2018! 💙 Obrigada @colccioficial pelo vestido dos sonhos! 🙂

A post shared by Marina Ruy Barbosa (@marinaruybarbosa) on

MARINA REBATE CRÍTICAS

Quem acompanha a atriz Marina Ruy Barbosa nas redes sociais sabe que ela é frequentemente vista com roupas de marcas bastante famosas e conceituadas. A atriz, no entanto, quer se distanciar do rótulo de mulher que ostenta roupas de grife a todo instante.

Em entrevista ao Purepeople, a atriz falou sobre a questão: “Uma das coisas que mais me incomoda é quando sai notícia assim: ‘Marina Ruy Barbosa usa bolsa de tantos mil’. E às vezes nem é aquele valor, às vezes é emprestada porque as marcas emprestam para a gente um monte de coisas”.

A atriz ressalta que não gosta de ter sua vida resumida a tais acessórios: “Acredito que minha vida é muito mais que isso. Uso um monte de roupa da Zara, da Leader. De várias marcas que são mais acessíveis, mais simples”.

+Nego do Borel fala sobre vida antes da fama: “Já chorei muito”

E continuou: “Fica parecendo uma ostentação o tempo inteiro e nem é. Fica parecendo fútil e que não é real, é superficial. Eu adoro moda, realmente. Mas moda não tem nada a ver com preço. Eu ainda compro muita coisa, mas também tenho oportunidades de ganhar outras”, disse.

Ao lado de famosos, Marina Ruy Barbosa passa o Réveillon com vestido transparente e bomba na web