De acordo com o site americano The Information, a Amazon está criando seu próprio sistema de streaming de jogos, mas não um para que uma pessoa acompanhe a jogatina de outra. A ideia é de algo semelhante ao que o Google apresentou no ano passado, quando entregou Assassins Creed: Odyssey completo para rodar no Chrome.

Amazon

A ideia é de permitir que assinantes joguem títulos que necessitam de processamento pesado da máquina, só que sem rodar o game localmente. A única exigência para que o jogo rode bem é uma conexão veloz com a internet, já que o lado do cliente recebe tudo que é gerado no lado da nuvem.

As fontes que foram ouvidas pelo site afirmam que a Amazon já está conversando com desenvolvedores e empresas que publicam os títulos, com o objetivo de inaugurar o serviço no ano que vem e com biblioteca generosa. Outro ponto que corrobora com a plataforma de streaming está em duas vagas para engenheiros na empresa, para trabalhar em Seattle e cuidar de jogos em nuvem.

Este tipo de jogatina não é novidade e empresas como Google, Microsoft e a Sony, com o PlayStation Now, já testaram ou implementaram soluções deste sentido. O que tende a ser um problema é a latência da conexão, que pode ser uma área onde a Amazon já sabe lidar – afinal de contas, a Amazon é o maior provedor de computação em nuvem do mundo.

Amazon Fire TV Cube

Outro ponto positivo para a Amazon é sua linha de dispositivos, como o Fire TV Stick, os tablets que rodam uma versão muito customizada do Android e até alguns periféricos para gamers, como controles com conexão bluetooth. Junte tudo isso e você encontra um console que serve apenas para levar a demanda de games para o servidor e entregar o resultado do comando do jogador na TV.

Com informações: The Information e The Verge.

Amazon prepara serviço de streaming de jogos para concorrer com Google e Microsoft