Getty Images
Ações sobem mais de 3% e valor de mercado do companhia chega a US$ 793,8 bilhões

A norte-americana Amazon.com voltou a ser a companhia mais valiosa de Wall Street hoje (7), superando a produtora de software Microsoft, ao exibir valorização de mais de 3%.

LEIA MAIS: Jeff Bezos mira todos os setores após a criação da Amazon

A Pivotal iniciou cobertura da companhia com recomendação de “compra”. A companhia afirmou ainda à Verge que 100 milhões de aparelhos equipados com a tecnologia da companhia de inteligência artificial, Alexa, já foram vendidos.

A US$ 793,8 bilhões, o valor de mercado da Amazon.com ultrapassou o da Microsoft. Às 17:15 (horário de Brasília), as ações da gigante de comércio eletrônico subiam 3,3%, a US$ 1.627.

Já as da Microsoft avançavam pouco menos de 1%, operando próximo a US$ 103, o que atribuía à companhia um valor de mercado de cerca de US$ 790,9 bilhões.

O valor de mercado da Amazon.com brevemente excedeu o da Microsoft no começo de dezembro, depois que a Apple perdeu a posição de liderança.

As ações da Amazon.com acumulam ganho de cerca de 8% em 2019, mas ainda estão cerca de 20% abaixo da máxima recorde observada em setembro.

O post Amazon.com volta a ser companhia mais valiosa de Wall Street apareceu primeiro em Forbes Brasil.