O computador é a maior invenção do século 20. Inicialmente foi criado como ferramenta de guerra, porém, hoje é um utensilio pessoal. Boa parte do mundo tem acesso a essas máquinas. Seja com um PC dentro de casa, um notebook, ou até mesmo um Smartphone. Os celulares contemporâneos são, na verdade, pequenos computadores portáteis, prontos para serem usados a qualquer momento. Pois é, por meio deles é que surfamos na internet, conversamos com o crush pelo whatsapp, rimos com os amigos nas redes sociais e nos derretemos com vídeos de bebês e cachorros fofinhos. Além disso, a web é um campo fértil para a proliferação de virais.

Sabe aquele corrente afirmando que a Pabllo Vittar foi longe demais? Viral. Memes que nos fazem rir por meses a fio? Viral. Até um vídeo sobre um pug que não sabe correr (assista aqui, caso você venha de outro planeta). Porém, não são só de coisas úteis e divertidas que vivem os virais da internet. Como quase tudo que existe na humanidade, o meio pode ser usado tanto para coisas boas, quanto para coisas ruins. Existem virais perigosos, que podem levar várias pessoas a terem problemas graves. Alguns terminam com fatalidades. Para que você fique esperto, e fuja para longe desse vírus cibernético, listamos 7 virais da internet que causaram fatalidades, ou quase isso.

1 – Momo

Momo foi a última moda entre os virais de horror que dominaram a internet. Tudo começou em um grupo de Facebook povoado por adolescentes que, em certo momento, começaram a ser desafiados a conversar com um número misterioso do WhatsApp. Esse contato seria  Momo, uma boneca com rosto desfigurado. A partir deste momento começaria um jogo, onde seriam impostos desafios aos participantes. O último desafio seria o suicídio. O viral se espalhou pelo mundo com muita velocidade. Um menino de 18 anos, na Índia, foi encontrado pendurado no galpão, rodeado por paredes pichadas com elementos relacionados à Boneca Momo. Também foi relatado o suicídio de dois jovens na Colômbia, que estariam vinculados ao jogo.

2 – Planking

O Planking nada mais é que um viral que leva as pessoas a tirarem fotos deitados de bruços, com os braços retos colados no corpo, parecendo uma tábua de passar roupa – e isso não é uma piada. O estilo de foto rapidamente conquistou um monte de adeptos pelo mundo. A fotografia poderia ser tirada em qualquer lugar. Os lugares mais comuns eram em cima da própria mesa, ou então, no sofá de casa. Porém, as pessoas levaram o conceito longe demais e começaram a levar a câmera para fazer a pose em lugares perigosos. Em 2011, a tendência fez uma vítima quando Acton Beale, da Austrália, de 20 anos, caiu de uma varanda em Brisbane em uma tentativa de reproduzir o viral.

3 – Selfies

Talvez a selfie seja o primeiro exemplo de viral bem sucedido. Em menos de 10 anos, fomos capazes de ver praticamente todo mundo que conhecemos praticar o narcisismo e fotografar a própria face, e claro, exibi-la para o mundo nas redes sociais. Porém, nem tudo são flores no universo viral das selfies. Desde 2014, várias pessoas começaram a morrer ao tentar tirar uma selfie em lugares perigosos. Ou até mesmo, acidentes causados pela desatenção na hora de tirar uma selfie e atravessar a rua ao mesmo tempo. Inclusive, a Índia é conhecida como o país onde mais acontecem mortes derivadas de selfie.

4 – Tombstoning

O Tombstoning nada mais é que o pulo de alturas exorbitantes rumo a água, com o diferencial de manter o corpo rígido e na vertical. Esse viral começou nos últimos anos, quando alguns jovens começaram a filmar os outros saltando de penhascos altíssimos na posição descrita anteriormente. Porém, o viral deixou muita gente lesionada.

A queda de 20 metros no mar provou ser fatal para um homem de 39 anos, que faleceu tentando realizar uma manobra de exclusão. Um outro adolescente quebrou o pescoço em três lugares. Um homem de 25 anos ficou paralisado depois de saltar do mesmo local. A Agência Marítima e de Guarda Costeira alertou: “Saltar de piers, penhascos, rochas ou outras estruturas para o mar pode ser muito perigoso”.

5 – NekNominate

O NekNominate começou em 2014, viralizou e resultou em várias mortes. O jogo determina que as pessoas gravem a si mesmas bebendo álcool de um jeito impressionante. Depois de mostrarem os seus feitos, elas indicam alguém online para ser o próximo a exibir os seus dotes beberrões. Frequentemente, os jogadores tentam superar os talentos de seus amigos. Porém, algumas vezes a ideia dá muito errado. O atleta Bradley Eames, de 20 anos, filmou a si mesmo tomando duas doses de gim, e morreu quatro dias depois. Além disso, Issac Richardson, de 20 anos, morreu depois de beber um coquetel de vinho, uísque, vodka e cerveja como parte de um desafio da NekNominate.

6 – Slender Man

O Slender Man começou basicamente como uma lenda urbana nascida na internet. Ele era mais um entre esses casos de terror em páginas de curiosidade. Ele é simplesmente uma figura alta e sem feições, que persegue e sequestra crianças. Então, em 2014, duas jovens de 12 anos, Morgan Geyser  e Anissa Weier, atraíram uma amiga para a floresta em Waukesha, Wisconsin, e a esfaquearam 19 vezes. A vítima, que também tinha 12 anos, conseguiu se arrastar até a beira da estrada, onde conseguiu ajuda. Ela conseguiu se recuperar e as outras duas jovens, que queriam dar a amiga de oferenda ao Slender Men, foram para uma clínica psicológica. Descobriram que as duas tinham um problema mental que as impedia de discernir verdade e mentira.

7 – Baleia Azul

O Desafio da Baleia Azul é muito parecido com o da Boneca Momo. A diferença é que ele foi o primeiro do gênero a ganhar contornos e proporções tão trágicas. Em 2016, o jogo, que também começou em grupos de jovens no Facebook, começou a desafiar garotos com 50 desafios. As fases eram perigosas, como cometer autoflagelação, e só iam aumentando o nível de periculosidade. A última desafiava o participante a cometer suicídio. Para  que você tenha ideia, só na Rússia, a morte de 130 jovens foram ligadas ao viral da Baleia Azul. Porém, existem vários casos de mortes relacionadas ao desafio espalhadas por todo o mundo.

Antes de terminarmos, é bom salientar que a lista que você acabou de ler, se trata apenas de um compilado de curiosidades com a mais simples finalidade de te distrair e informar. Não temos intenção alguma de fazer propaganda de tais virais ou incentivar de alguma forma que se enveredem por algum deles. Todos os integrantes dessa lista são perigosos e devem ser evitados. Se você souber de alguém que está se aventurando por virais como o da Momo ou o da Baleia Azul, entre em contato imediatamente com as autoridades locais. E para você que curtiu a lista, peço que comente outros casos semelhantes, dê sugestão de listas que sigam essa linha e que compartilhe a matéria nas suas redes sociais.

Essa matéria 7 virais da internet que causaram fatalidades (ou quase isso) foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.