Dependemos da ciência para quase tudo na vida. Graças aos estudos científicos, temos a cura de alguns remédios, informações sobre o nosso universo e, constantemente, revelações sobre o mundo, envolvendo animais, plantas, minerais e até civilizações antigas. Até mesmo o avanço da raça humana dependeu de um grande trabalho de pesquisadores que realizaram diversos experimentos em todas as áreas. Esses ajudaram a encontrar respostas para importantes questões da vida. Esses processos ajudaram a criar novas tecnologias, novos medicamentos, cirurgias e facilitou-se o encontro de um papel importante na evolução humana no geral. No entanto, existem também estudos que são considerados extremamente inúteis.

Há uma série de experiências e análises que foram feitas em vão, sem apresentar nenhuma função para nós. Diversos cientistas perderam o tempo que poderiam estar usando para algo realmente útil. Pensando nisso, resolvemos trazer essa matéria. A redação da Fatos Desconhecidos buscamos e listamos para você, caro leitor, algumas pesquisas sem noção que ninguém entende porque foram feitas. Se você souber de alguma que não listamos, manda pra gente nos comentários aí embaixo. Aproveite para compartilhar com seus amigos e, sem mais delongas, confira conosco e surpreenda-se.

1 – Salto de pulgas

Pode parecer interessante, mas nada de impactante existiu em descobrir até onde uma pulga pode saltar. Alguns cientistas acreditaram que isso deveria ser medido, assim fizeram. Durante os estudos, descobriram ainda que as pulgas de cães conseguem saltar mais longe do que as de outros animais domésticos, como gatos, por exemplo.

2 – Agressores gostam de ferir outras pessoas

Isso é bastante óbvio para todos. Os valentões obviamente gostam de ver outras pessoas sofrendo. Psicólogos da Universidade de Chicago analisaram a questão com muito mais profundidade do que ela merecia. Após estudos, chegaram à conclusão de que os valentões realmente gostavam de ver os outros sofrendo.

3 – Patos necrofílicos

Enquanto diversas pessoas gostam de descobrir mais sobre a natureza e os animais por meio de documentários, não são muitos que se interessam em saber sobre a sexualidade dos patos. Mas um estudo investigou isso. Ao que parece o intuito era querer saber se os patos eram homossexuais e necrofílicos ao mesmo tempo. Foi um estudo do Anuário do Museu de História Natural de Roterdã que descobriu exatamente sobre isso. O estudo não teve finalidade alguma.

4 – Bate cabelo

Esse é um passatempo apreciado pelos frequentadores de shows musicais mais pesados, como rock e metal. Alguns pesquisadores decidiram descobrir se isso prejudicava a saúde ou a coluna. O estudo, após finalizado, revelou que não fazia mal, a não ser que batesse a cabeça.

5 – Engolir espada em peças circenses faz mal à garganta

Muitas pessoas já viram engolidoras de espadas em shows circenses. Claro que pensaram que aquilo poderia estar causando algum dano à garganta. Brian Witcombe analisou mais de 110 artistas e descobriu que isso causava apenas uma pequena dor de garganta. No entanto, não dispensou a possibilidade do ato fatiar parte da garganta.

6 – Cura para soluços

Soluços são extremamente irritantes. Eles podem durar horas ou acabar rapidamente. Em 1998, um artigo publicado no Annals of Emergency Medicine revelou que os cientistas descobriram uma maneira de se livrar dos soluços. Para isso, bastava uma massagem retal. No entanto, não é bem assim e o estudo foi totalmente em vão.

7 – Espermatozoide antidepressivo

Alguns cientistas estudaram o esperma para saber se ele atuava como um antidepressivo. Eles entrevistaram mulheres com a vida sexual ativa para saber se o uso de preservativos tinha algum efeito em sua felicidade. Os resultados não provaram nada concretamente.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Essa matéria 7 pesquisas sem noção que ninguém entende porque foram feitas foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.