Goste ou odeie, fato é que Alan Moore influenciou e transformou a história em quadrinhos. O homem pode ser difícil de lidar, porém, graças a suas loucas ideias, hoje temos história mais ousadas, maduras, sombrias e complexas. Em parceria com o desenhista Dave Gibbons, foi publicado, em 1986, a graphic novel Watchmen, história de um mundo alternativo no qual heróis mascarados eram mais reais e menos super.

Um dos personagens mais emblemáticos da história foi Dr. Manhattan, o único superpoderoso do grupo. No entanto, nem sempre foi assim. Jonathan Osterman era apenas um cientista trabalhando num projeto governamental de desenvolvimento atômico. Contudo, após um incidente no laboratório, onde ficou preso dentro de uma câmara de testes, ele foi completamente desintegrado, porém, ao invés de morrer, ganhou poderes inimagináveis. Osterman adquiriu onipotência, onipresença, invulnerabilidade, clarividência, capacidade de realizar viagens interdimensionais e o que mais quiser colocar na lista. Basicamente ele se transformou num deus.

A seguir, separamos mais algumas curiosidades sobre o corpo desse raro personagem.

1 – O símbolo na testa

Além da cor, outra característica inconfundível de Dr. Manhattan é o símbolo presente no meio da sua testa. O herói nasceu, por assim dizer, devido a um acidente envolvendo o Projeto Manhattan, codinome usado no desenvolvimento da bomba atômica. Por isso, o governo queria que ele usasse o símbolo atômico, porém ele se recusou. No lugar, ele fez mesmo fez o símbolo do hidrogênio, na mesma época em que deixou de servir o governo e passou a usar colante.

2 – Comprimento

Uma das formas pelas quais Dr. Manhattan intimida qualquer pessoa é pelo seu tamanho. Ele pode atingir a altura que desejar. Durante sua participação na Guerra do Vietnã, por exemplo, ele se mostrou aos nativos como um ser gigantesco, liberando energia atômica pelas mãos e incendiando o país. O mesmo ocorreu nos Estados Unidos, quando os protestos civis ganharam a rua. Ele também usou seu tamanho para intimidar os manifestantes.

3 – Teletransporte

O poder amplamente desejado por meros mortais está na lista de habilidades do Dr. Manhattan. Contudo, seu nível de teletransporte é algo absurdo. Seu domínio da técnica é impressionante. Ele pode se deslocar para, literalmente, qualquer lugar do universo e levar o que bem entender. Certa vez, após ser hostilizado em um programa de televisão, Manhattan teletransportou apenas seu corpo, deixando o terno para trás. O mesmo pode ser feito com outras pessoas. Ele consegue manipular o deslocamento de terceiros com tranquilidade.

4 – Invulnerabilidade

Dr. Manhattan é capaz de controlar completamente as moléculas de seu corpo da forma que lhe convém. Dessa maneira, ele pode alterar seu nível molecular para ter maior densidade, o que lhe permite ficar invulnerável a praticamente qualquer coisa. Assim, sua pele não pode ser penetrada ou ferida por armas convencionais, nem mesmo bombas atômicas. O aumento da densidade também lhe proporciona mais força, o que o torna um adversário quase impossível de ser derrotado.

5 – Leveza

Em contramão a densidade, Dr. Manhattan também é capaz de fazer seu corpo ficar mais leve que o próprio ar, o que causa efeito de voo. Além da levitação, com este efeito, ele pode atravessar paredes e quaisquer outras superfícies sólidas. Usar portas, em seu caso, é apenas uma questão de escolha e, de certa forma, de respeito ao convívio social.

6 – O poder da mente

Os cientistas acreditam que os seres humanos não usam a capacidade total do cérebro. Quando aparece alguém com atividade cerebral acima da média, normalmente é alguém capaz de feitos extraordinários. Muito provável que Dr. Manhattan use o seu por completo. O acidente com Jonathan Osterman proporcionou evolução além do nível intelectual. Foi despertado nele a telecinese e telepatia ilimitado.

7 – Sem data de validade

Com base nas crenças sociais, podemos dizer que Dr. Manhattan seja um deus. Ele é poderoso ao ponto de ser imbatível. Nos quadrinhos, quando isso acontece com algum personagem, os poderes tendem a ser temporários. Dificilmente os roteiristas mantém alguém tão poderoso assim, até pelo fato de ser difícil de lidar com sua história. No entanto, todas essas habilidades incríveis de Manhattan não possuem data de expiração. Ele foi condenado a ficar dessa forma pela eternidade.

Se você gostou da matéria, confira também sobre Deadpool, Tempestade e Vegeta, todas parte da nossa série sobre fatos do corpo dos heróis.

Essa matéria 7 fatos bizarros que você não sabia sobre o corpo do Dr. Manhattan foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.