O gaúcho Caio Fernando de Abreu nasceu em 1948 e infelizmente deixou esse mundo no ano de 1996. Caio se tornou uma figura popular na literatura na década de 1970 e desde então escreveu coisas que tocavam o coração das pessoas. Seus textos era sensíveis e demonstravam como Caio era delicado com as palavras.

Ele costumava abordar coisas como amor, sexo, morte e solidão. Caio é considerado um guerreiro por muitos por ter se assumido homossexual durante a ditadura militar no Brasil. Entre contos, peças, poemas e romances, ele conquistou milhares de brasileiros.

Caio viveu em São Paulo e no Rio de Janeiro, era amigo de Cazuza e foi perseguido pela ditadura militar, foi preso por porte de drogas e chegou até a se exilar na Europa por um tempo, morando na Espanha, Suécia, Londres e França.

Algumas das obras de Caio mais conhecidas foram: Inventário do Irremediável (1970), Limite Branco (1971), O Ovo Apunhalado (1975), Triângulo das Águas (1983), As Frangas (1988), Mel e Girassóis (1988), Onde Andará Dulce Veiga? (1990), Ovelhas Negras (1995) e Estranhos Estrangeiros (1996).

Em 1994, Caio declarou ser portador do vírus da AIDS. Ele veio a falecer em Porto Alegre no dia 25 de fevereiro de 1996. Mesmo não estando mais entre nós, seu legado continua por aqui. Pensando nisso, resolvemos trazer para vocês algumas coisas que Caio Fernando de Abreu escreveu durante a sua vida. Pegue o seu lenço porque preparamos algumas das coisas mais emocionantes que você vai ler na vida:

21 frases de Caio Fernando de Abreu

1 – “Não se preocupe, não tenha pressa. O que é seu, encontrará um caminho para chegar até você. Deus não demora, ele capricha”.

2 – “Eu sinto ciúme quando alguém te abraça porque por um segundo essa pessoa está segurando meu mundo inteiro”.

3 – “Que as mentiras alheias, não confundam as nossas verdades”.

4 – “Porque o mundo, apesar de redondo, tem muitas esquinas”.

5 – “Para toda angustiante interrogação, existe uma inesperada exclamação. Para toda vírgula que não te deixa ir adiante, existe um ponto final. Para toda reticência que dói para sempre, existe um novo parágrafo”.

6 – “Confesso que preciso de sorrisos, abraços, chocolates, bons filmes, paciência e coisas desse tipo”.

7 – “Quando você perde alguém que você ama, e esse amor – essa pessoa – continua vivo, há então uma morte anormal. O nunca mais de não ter quem se ama torna-se tão irremediável quanto não ter nunca mais quem morreu. E dói mais fundo – porque se poderia ter, já que está vivo”.

8 – “Como se mil pessoas se importassem com você, menos uma. E, de alguma forma, era a única que você necessitava que se importasse”.

9 – “Eu realmente acho lindo essa coisa de duas pessoas não quererem nada que seja bom no mundo além de uma a outra. E eu queria você, muito. O querer mais bonito que pode existir era seu, só seu”.

10 – “Insistir naquilo que já não existe é como calçar um sapato que não te cabe mais: machuca, causa bolhas, chega à carne viva e sangra. Então é melhor ficar descalça… deixar livre o coração”.

11 – “A gente nunca pode julgar o que acontece dentro dos outros”.

12 – “E se você acha que meu orgulho é grande, é porque nunca viu o tamanho da minha fé”.

13 – “Soltei o mundo para segurar sua mão”.

14 – “E tem o seguinte, meus senhores: não vamos enlouquecer, nem nos matar, nem desistir. Pelo contrário: vamos ficar ótimos e incomodar bastante ainda”.

15 – “Esqueça o que te esqueceu”.

16 – “Do que adianta namorar, se for pra trair? Do que adianta aparência, se não houver caráter? Do que adianta um sorriso, se for falso?”.

17 – “Não tenho tido muito tempo ultimamente mas penso tanto em você que na hora de dormir de vez em quando até sorrio”.

18 – “Dessa vez não vou querer tudo de uma vez, porque sempre acabo ficando sem nada no final”.

19 – “Não choro mais. Na verdade, nem sequer entendo porque digo mais, se não estou certo se alguma vez chorei. Acho que sim, um dia. Quando havia dor. Agora só resta uma coisa seca. Dentro, fora”.

20 – “Não, meu bem, não adianta bancar o distante: lá vem o amor nos dilacerar de novo…”.

21 – “Não, você não sabe, você não sabe como tentei me interessar pelo desinteressantíssimo”.

Mas e você, tem alguma frase de Caio Fernando de Abreu que marcou a sua vida? Comenta aqui pra gente, quem sabe adicionamos ela na matéria.

Essa matéria 21 frases de Caio Fernando de Abreu foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.