Renan anuncia calendário de trabalhos do Senado durante o período eleitoral

Na próxima semana a Casa se dedicará exclusivamente ao julgamento da presidente afastada.

O presidente do Senado, Renan Calheiros, anunciou nesta quarta-feira (24) o calendário da sessões deliberativas da Casa durante o período de campanha eleitoral nos municípios. No mês de setembro, haverá votações apenas nos dia 8, 12, 13 e 21 de setembro. Nos demais dias o Senado terá sessões plenárias para, mas sem deliberações. O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro.

Na próxima semana o Senado se dedicará exclusivamente ao julgamento da presidente afastada, Dilma Rousseff. Depois disso, Renan deverá acompanhar o presidente interino, Michel Temer, na 11ª reunião de cúpula do G20 (grupo de países com as 20 maiores economia do mundo), que será realizado na China em 4 e 5 de setembro.

Para que o Senado não atravesse duas semanas sem sessões deliberativas, Renan propôs que o dia 8, uma quinta-feira, seja reservado para isso. Alguns senadores observaram que essa data é logo depois do feriado do Dia da Independência, e que, devido a isso e à participação dos parlamentares nas diversas campanhas eleitorais pelo país, poderia ser difícil garantir quórum para votações no dia 8.

Renan respondeu que há medidas provisórias que vencem justamente naquela semana, e que o Senado terá que votá-las. O líder do governo, senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), concordou com a proposta e argumentou que “pegaria mal” o Senado não realizar sessões deliberativas na semana do feriado.