quarta, 26 de Abril de 2017
Prass despista sobre cobrar pênalti em semifinal contra a Ponte Preta

Prass despista sobre cobrar pênalti em semifinal contra a Ponte Preta

A imagem de Fernando Prass batendo o pênalti decisivo da final Copa do Brasil de 2015, contra o Santos, é uma imagem que emocionou milhares de palmeirenses pela dramaticidade da conquista. O torcedor, porém, não sabe se terá uma nova oportunidade de ver o goleiro cobrando uma penalidade, já que o camisa 1 despistou sobre a chance de bater neste sábado, contra a Ponte Preta, pela semifinal do Campeonato Paulista.

“Eu vou tentar defender, bater pênaltis não é comigo. Tem outros que batem melhor. Na Copa do Brasil foi algo esporádico porque saíram batedores nossos, outros não estavam inscritos e tinham meninos, como Lucas Taylor e Matheus Sales, por isso eu cobrei o pênalti decisivo. Mas claro que eu sou jogador como qualquer outro, se o treinador quiser e eu estiver confiante, bato. Mas vamos primeiro pensar nos 90 minutos”, despistou o goleiro.

Para o jogo ir para os pênaltis, é necessário que o Palmeiras vença por uma diferença de três gols. Neste ano, o Verdão conseguiu o placar necessário em três oportunidades (contra Ferroviária, São Paulo e Novorizontino), mas na opinião do goleiro alviverde, nenhum destes jogos serve como comparação.

“Já fizemos o placar em partidas que não precisávamos. Em outros, o jogo não exigia o placar dilatado. Sábado será totalmente diferente, uma abordagem diferente de um jogo normal, por isso não dá para comparar muito”, completou Prass, que deixou clara sua confiança no time.

Leia mais:

Com ‘reforço’ na lateral direita, Palmeiras faz treino tático

Torcida e superação na Liberta são trunfos para ‘virada’ do Palmeiras

“Eu acredito na classificação por que essas viradas acontecem no futebol, pela qualidade do time e o ambiente que está se criando. A Ponte Preta sabe que é difícil nós conseguirmos reverter, mas que existe a possibilidade também. Estão se preparando de uma maneira respeitosa, a gente vê as declarações do Gilson Kleina. Será um grande jogo. Não é algo impossível. É difícil, óbvio, mas no futebol tudo é possível”, finalizou.

No sábado, o Verdão encara a Ponte Preta, às 19h (de Brasília), no Estádio Palestra Itália, pelo jogo de volta da semifinal do Campeonato Paulista. Após perder o primeiro jogo por 3 a 0, em Campinas, o Alviverde precisa de uma goleada por quatro gols de diferença para avançar, ou um triunfo por três tentos de vantagem para levar a decisão para os pênaltis.

O post Prass despista sobre cobrar pênalti em semifinal contra a Ponte Preta apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.